Opinitivo e Pessoal

A consciência e os valores morais nos controlam!


Institivamente com toda sua força, arrasta seu braço e com sua mão, seja ela direita ou esquerda, arremessa em direção ao zumbido ao pé do ouvido. Institivamente com toda foça e arrojo possível você usa suas mãos em direção ao que julga ser uma muriçoca. Institivamente você usa suas forças motrizes em qualquer direção na intenção de abater uma mosca, um pernilongo, um inseto, um ser ignóbil qualquer. Você é capaz de matar sem sentir culpa. O que é diferente é o tamanho moral ou existencial da vida que você extermina.

Em qualquer das situações acima descritas, em momento algum, se questiona o direito e ou o desejo de se querer eliminar um outro ser que incomoda. Não há nenhum sentimento de repulsa. Não há questionamento moral. Não há questões éticas ou de outra natureza que possa fazer com que se inquira a validade do ato.

Todos temos estes intentos. Todos temos estas atitudes. Muitos não questionam os valores morais envolvidos. Muitos movimentos questionam a utilidades dos animais em laboratórios, sem, questionar outros, muitos outros atos que voluntários ou involuntariamente fazemos. São questionamentos diversos.

O que é que fazemos sem que se acenda a luz do valor moral? O que é, ou, o quanto é que praticamos sem que a consciência nos aticem os sentidos? Todos nós cometemos atos que passam abaixo do radar de nossos valores morais. Eu, por exemplo, em momento agudo, muito me questionei se seria ou não capaz de cometer um ato atroz.

Você que lê este texto pode ficar espantado! Mas, é a verdade! Vivemos em constante conflito de valores. Já pensou em matar alguém? Já se torturou por isto? Quantas vezes já esteve na encruzilhada do destino? Quantas vezes já pensou em fazer e reagir de forma destrutível e dolosamente culposa? Quantas vezes agiu de acordo com seus pensamentos?

Isto é o que nos diferenciam de milhares de outros humanos que agem de forma inconsequentes e impensadas. Muitos são vítimas de seus instintos. Outros apenas seguem suas naturezas sádicas, masoquistas, psicopatas e desajustadas! Milhares, a nossa semelhança conseguimos pesar a consequência dos atos com as penas a serem pagas. Outros não sabem o que fazem, e, muitos fazem o que não sabem e não tem consciência das pensas do que realizam.

Nós outros, temos consciência moral, ética e valores multifacetados que nos impedem de cometerem certas atrocidades. Ainda bem! Para encerrar a tirinha a Mafalda. Antiga, é verdade, mas, sempre atual.

Um comentário em “A consciência e os valores morais nos controlam!

  1. Boa a ilustração com a Mafalda.
    O pesar de consequências é o referencial de muitos amigo.
    Ter consciência todos tem o que diferencia é o o fiel da balança.
    Boa abordagem.

Comentar este texto!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s