Opinitivo e Pessoal

Fredão com medo das mulheres: “as fêmeas do sexo feminino”


Anteontem à tarde, dia 02/06 de 2016 dia do aniversário de minha amiga Ana Lucia Freitas, encontrei-me com o Fredão. Numa breve conversa com ele, por meio da empatia, temi por Fredão, por mim e por todos os homens, machos, do sexo masculino deste nosso Brasil. No encontro “se aconteceu” o seguinte bate-papo.

– E ai Fredão, como é que tá?

– Adão! Estou com muito medo. Temor e ressabiado!

– Oxente, “homi”, o que é que tá te fazendo ficar neste estado ou condição?

– Adão! É coisa destas notícias ai, do caso da menina estuprada por mais de trinta homens.

– Uai! E o que é que tem este caso com você?

– Rapaz! É o seguinte: eu, e minha velha costumamos tomar umas cervejas. De vez em quando avançamos e tomamos umas Vodkas e umas outras (sic) bebidas quentes.

– Até ai! Tudo normal e do jeito que acontece lá em casa. O que é que tá pegando?

– É que, desde as notícias desta menina ai, a estuprada, passei a desconfiar de minha esposa, de minha filha e de minhas duas noras.

– Cabra! – Exclamei em tom de incredulidade! Mas, como é que isto pode ser e acontecer? Tá com medo de sua mulher, noras e até filha?

– É que, se qualquer uma delas, sabe-se lá por quais condições, circunstâncias, eventos ou desejos realizados resolvam dizer que acordaram nalgum lugar da casa onde moramos, e, dizer que foi estuprada por todos os homens em seu redor, será muito complicado nós provarmos o contrário. Se é contra uma mulher, nenhum homem, tem mais aquela máxima: “é sua palavra contra a minha” a favor de si, de jeito algum.

– E, é? – indaguei perplexo. A situação de desconfiança e de desajustes em sua casa e vizinhança está assim? Questionei incrédulo!

– Não só lá, em minha vizinhança, quiçá, em todo o Brasil! – E explicou mais – Se uma mulher gritar perto de qualquer homem: “SOCORRO!” Todos em derredor estão dispostos a mutilar, espancar, trucidar, linchar o primeiro, único ou qualquer homem mais próximo, seja ele quem for!

– Credo, Fredão! – Exclamei em “perplexa incredulidade” – É assim que você está enxergando a nossa atual condição social?

– Não! Vejo coisa muito pior a nossa espreita! Tome cuidado Adão Braga. Nossa sociedade, com estas dominâncias de algumas minorias e coletivos engajados está colocando em risco pessoas como eu e você! Tome cuidado!

Em seguida apertou minha mão, enviou lembranças para minha esposa e filhos e saiu para seus compromissos!

Um comentário em “Fredão com medo das mulheres: “as fêmeas do sexo feminino”

Comentar este texto!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s