Opinitivo e Pessoal

O nosso mundo masculino e visão feminina!


Agora a pouco quando voltei de um atendimento notei que a blusa, do tipo camiseta, que eu vesti de manhã estava ao avesso; totalmente com as costuras para fora, com a etiqueta com a língua de fora, com o adesivo do Pastel do Léo escrito ao contrário. Ou seja, para os supersticiosos eu amanheci ao avesso, ao contrário. Há quem diga, que, por isto, devo ter atraído energias negativas.

Pois bem! Ai, entra o mundo masculino. Eu liguei para três dos homens com os quais passei estas horas da manhã e perguntei se eles notaram que a minha blusa estava ao avesso; eis as repostas deles:

– Eu vi sua blusa e pensei ser destas modas que surgem por ai. Eu até pensei: Olha Adão Braga aderindo uma moda de gente moderna… e até ri desta coisa ai, não da blusa ao avesso.

– Rapaz! Eu não reparei não! Para mim, tanto faz se estava ao avesso, normal, limpa ou suja, se estava curta, longa. Eu não olho isto não!

– Se estava ao avesso? E, você estava usando que roupa? Nem olhei para sua roupa, vou saber se estava ao avesso? – Sai fora macho!

Aqui em casa, somos três machos e uma fêmea. E, pentear cabelo, ajeitar botões, golas, bainhas, cadarços,  sapatos, entre outros detalhes é ela quem faz todo o burburinho. Quando vou sair, vou no guarda-roupas e pego a primeira roupa disponível. Algumas vezes, ouço reclamação de que peguei uma calça, uma bermuda, cueca, meia ou camisa inadequada ao uso, e ou, com algum problema. Ela reclama que peguei aquela roupa, e, para mim, se algo não deveria ser usado, não deveria está disponível à escolha. Se está ali, pode ser usado.

A outra situação é quando vou sair com ela. Tenho que esperar a roupa sobre a cama para usar aquela, e somente aquela, sem, ao menos perguntar: por que esta roupa? É bom não inquerir sobre as escolha dela.

Para evitar qualquer tipo de birra e comentários outros, veste-se, vai e volta sem comentar nada, e se, receber criticas, fui eu quem escolhi, se foi elogiado pela escolha da roupa, combinação de cores, adequação ao evento, época do ano, características especiais de ambiente… bem! tudo isto foi ela quem fez e escolheu.

No nosso mundinho desorganizado e caótico é isto que é bom: nada é organizado, e tudo está no seu lugar, ou melhor, tudo no lugar em que caíram, não no lugar que colocamos. Mas, sabemos onde caiu, e para todos os efeitos, está onde colocamos. Para a mente masculina, as coisas tem sua importância na medida que precisamos delas. Aqui,  a minha mesa reina e impera o caos, com sua ordem desproporcional aos olhos e a qualquer mente que não seja a minha mente. Cada objeto, apesar de aleatório e disperso, deveriam permanecer em seus respectivos lugares.

E aqui vai uma curiosidade: a maioria dos objetos permanecem em seus respectivos lugares até momentos antes, de eu ir usá-los.

Na imagem em anexo, se pode ver, como é parte de minha mesa. Exemplo: ali está uma chave de teste de polarização de energia. Faz pelo menos quarenta dias que não a uso. Mas, quando eu for usá-la, alguém terá tirado do lugar.

Imagem

Todos os objetos tem um motivo de estarem ai, exceto para alguém que chega e tira do lugar, o que acontece sempre, momentos antes, d´eu necessitar.

Finalizando.

Quando cheguei em casa e entrei na cozinha, minha esposa, olhando para mim disse:

– Você foi e veio da rua com esta camisa ao avesso? Ave Maria! Se eu não ficar olhando vocês, vocês só faz vergonha! Nem uma camisa, vocês conseguem vestir direito. Só me faz passar vergonha!

– ãH?

Anúncios

2 comentários em “O nosso mundo masculino e visão feminina!

  1. Tenho pena do meu futuro marido, ele poderá sair do jeito que quiser e eu nao dou a minima pra combinação de peças. Só tenho tres pedidos:
    1 – regata/short somente quando for a praia;
    2- sempre use roupa limpa.
    3 – nada de ficar vestido na roupa nova em casa.
    pronto

    1. Não é muito diferente não Iara! Existem regras para isto, para aquilo, para aquela circunstâncias, para aquele lugar, para aquele dia, para determinado evento. E, roupa nova, deve-se usar quando recebe, dentro de casa ou fora. Será triste ganhar uma roupa nova, e ir, partir, e deixa-la nova!

Comentar este texto!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s