Sem categoria

Vivem dizendo o que não é para que pensemos que elas são


Aqui em casa estes dias foram de tumulto e agitações. Os amigos resolveram vir comemorar por todos os motivos, aqueles que listei no texto anterior.

Katia ganhou lingeries novas pelos 19 anos de casada. Eu não ganhei nada de presentes. Para mim, só abraços e beijos, como se eu fosse um mero coadjuvante e ela a heroína da relação.

Pedro ganhou alguns presentes que ele mesmo reclamou: só ganhei roupas! Pedro é uma criança curiosa! É de uma pureza e inocência quase inexistente nos garotos de sua idade. Sem maldades! As vezes tenho que exigir dele mudanças, como por exemplo, que ele abra o computador e tire peças, que ele instale no computador o que ele deseja!

Nestes dias todos, bem, algo curioso me chamou a atenção. É que há inúmeras pessoas que querem transparecer o que não é. Acho curioso a tendência de se querer transparecer informado, culto, e que tem bons costumes. E acho curioso porque são coisas, que não basta transparecer. Quem é informado, culto e de bons costumes não precisa transparecer, fingir ser. É notado por quem está no raio de visão e contato.

Nesta semana duas pessoas com quem conversei notei alguns traços deste comportamento. A primeira pessoa, não sei por que motivo, declarou que gosta de fazer certas coisas, e gosta de ler certos tipos de livros para saber tanto quanto eu sei. Pode ser um motivo de lisonja, mas, também pode ser um traço de uma psicose.

A outra pessoa, já por três ou mais vezes, insiste em dizer que gosta de assistir os canais de documentários, e que não consegue viver sem vê tais canais. Porém, por várias vezes em que tive a oportunidade de está com ela, a escolha dos canais são: filmes, desenhos e na TV aberta os canais de fofoca das celebridades. Para mim, é uma contradição.

Eu gosto de uma variedades de coisas, mas, não é para parecer culto, ou transparecer que sou informado e que tenho bons costumes. Eu gosto e dedico tempo e atenção às coisas e atividades que gosto de fazer. Eu leio livros e revistas. Assisto a filmes, desenhos e novelas. Vejo séries. Recebo newsletter de tecnologia, de política, e dos mais de 30 blogs que acompanho. Mas, existem pessoas que insistem em querer parecer e não ser. Insistem em exibir o que não é, o que não tem, e o que não pode ter. Vivem dizendo o que não é para que pensemos que elas são.

Anúncios

3 comentários em “Vivem dizendo o que não é para que pensemos que elas são

  1. Me envia seu endereço por email, quero enviar um presente a Katia, é um presente ao meu estilo, mas creio que ela vá gostar!!!

    Sabe, quanto a televisão eu gosto do que me atrai, alguns documentarios e canais do ramo, eu chamo de cultura inutil, sei la, umas informações que não acrescentam em nada, apenas ocupam espaço… outro dia me diverti muito assistindo Tv Ra Ti Bum, com João e o pé de feijão, infantil, e engraçado, vai entender…

  2. Eu ja tentei ser uma blogueira cult como a Luma, mas nao funcionou. Falta-me o traquejo social que ela tem, falta-me a pluralidade de opniões que ela tem, falta a clareza e os objetivos dela.

    Tentei ser uma nerd mas nao deu certo.
    Tentei ser engraçadinha, nao deu certo;
    Tentei ser mulherzinha tambem nao rolou.

    Na vida, acho que me falta tentar ser outras Iaras, acho que parei em algum momento da vida e deixei tudo passar batido.
    Porque nem sei direito quem sou eu, nem sei dizer o que eu quero que você pense que sou.
    😦
    :0

  3. Parabéns pelo aniversário do Pedro e do seu casamento!!
    Adão, concordo com você! Não dá para fingir aquilo que não é e ser alguém leva uma vida para construirmos.
    Mas penso que por dois motivos uma pessoa com mente sã possa dizer aquilo que não é: Ser aceita ou por que ela se sente inferiorizada.
    Quanto a assistir programas de fofocas ou qualquer outra futilidade, isso não denigre a inteligencia. Você pode deixar os documentários para horários em que esteja só e ver o “tradicional” quando está na presença de mais pessoas. Eu sou muito chata para assistir documentários, por que paro e volto quando acho algo muito interessante ou novidade.
    Conhecemos os nossos amigos, não? E ter amigos diferentes entre si, pelo menos dá para conversar de tudo um pouco!!
    Bom fim de semana!! Beijus,

Comentar este texto!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s