Ações da alma Humana · Alma e vida feminina · Alma masculina · Blogagem Coletiva · Comportamento Social · Geral, amplo e irrestrito · Meme, Selos e Atividades · Participação, informação, comunicação

Amor aos Pedaços: Esperança!


amor aos pedacos-esperanca

 

A esperança pode ser definida, defendida, classificada. A esperança é nada mais do que uma expectativa de que algo venha, que algo possa acontecer, ainda que improvavel, imponderável, e as vezes impossível. A esperança está em todas as nossas esferas de ação. É possível encontrar pessoas que duvide da fé, e que ao mesmo tempo mantém certas esperanças. Esperança de ficar rico; esperança de que se cure encontre a cura de doenças, esperança de ser visto por alguém, esperança de passar em um concurso público, esperança de que este ano será diferente do que a ano anterior, esperança de solucionar uma crise.

Nos relacionamentos a esperança é um esteio. Conheço histórias antigas e novas de homens e mulheres viveram anos a fio na esperança de que algo mudasse. Pessoas que suportaram agruras, perseguições, traumas… na esperança de que toda esta realidade triste mudasse.

Tenho exemplos na família. Minha mãe suportou anos e anos de maus tratos na esperança de que um dia o marido dela se transformasse em um homem melhor. Quando a mudança chegou, as esperanças, já não mais conseguiam se manter, e a desconfiança e o descrédito já estavam com todos os cômodos ocupados.

Uma irmã suportou e conviveu muitos anos com um marido ingrato, a semelhança de minha mãe, sempre com a esperança que ele reconheceria seu valor, que haveria um dia de premiação e um breve discurso declamando em prosa e versos o que de fato ela significava. Morreu faz pouco tempo. Agora, é ele quem vive na esperança de que ela mude de ideia e retorne para a antiga vida. Nós todos, temos a esperança de que ela continua neste novo caminho.

A esperança está em todos nós. Está em todas as épocas, momentos e instantes de nossas vidas. A esperança é esta vontade, esta crença interna que pulsa e impulsa-nos a esperar que algo venha a acontecer, por mais complicado, díficil, improvável, que possa parecer.

Conheço história de esperanças realizadas. Em Belo Horizonte conheci uma família em que a esposa alimentava a esperança de que o esposo mudaria de atitude, que ele se transformaria num homem diferente, que seria um homem voltado para a família, que conseguiria educar e dar bons exemplos aos filhos. E, aconteceu. Ele por sua vez, disse-me certa vez, que tinha esperanças de ter outra mulher. Pois, durante muitos anos se pensava e diziam que ele tinha outra mulher, mas, ele não tinha.

Na semana que a esperança dela se concretizou e que ele determinou que mudaria de vida e de atitudes, aconteceu que estando viajando pela empresa, no jantar, recebeu do garçon um bilhete. Era a mulher mais linda e mais gostosona que ele pode ter encontrado na sua vida toda. Era aquele tipo de mulher que ele tinha esperança de ter como amante. No bilhete um convite simples: passe a noite comigo!

O final desta história é que a esperança da esposa, de que ele mudasse sua vida, mudasse seu estilo, que se transformasse em um homem diferente se concretizou uma semana antes da esperança dele chegar. Quando voltei lá em 1994 a esperança dela, a esperança concretizada, ainda estava em pleno vigor. Então é isto! Não desista de suas esperanças, ainda que seja improvável, imponderável, distante, e as vezes com aparência de impossível.

Eu não tenho uma esperança. Eu tenho várias. Uma de minhas esperanças é viver o suficiente para ser chamado e visitado por meus bisnetos. E, meu filho mais velho já me disse, quando você morrer aos 118 anos, eu te enterrarei! E, eu espero que sim!

Anúncios

10 comentários em “Amor aos Pedaços: Esperança!

  1. Adão, gostei muito do seu blog, sou uma eterna esperançosa. Lembro que ao ouvir de uma vizinha, que já havia passado meu tempo de cursar outra faculdade, confesso que fiquei estarrecida, peguntei-lhe: por que? ela respondeu assim: você já tem 40 anos, filho criado, para que estudar mais? na hora fiquei muda e pensativa, como assim? alguém pode perder esperança por estar com 60 anos? nunca entendi. Por analogia, ela faleceu nos meus braços 01 ano após esta conversa, eu me casei pela primeira vez, (fui mãe solteira). no ano seguinte com um ex-namorado após 16 anos, fiz vestibular para tentar cursar direito. Hoje 06 anos depois, estou viúva, com 46 anos, com uma esperança de mudar para outra cidade, estou de novo apaixonada. Esperança me faz viver, querer, lutar, esperança vem de esperar…ter fé. acreditar em sonhos…

  2. Olá Adão,

    Eu concordo com você nestes termos:
    “A esperança está em todos nós. Está em todas as épocas, momentos e instantes de nossas vidas. A esperança é esta vontade, esta crença interna que pulsa e impulsa-nos a esperar que algo venha a acontecer, por mais complicado, díficil, improvável, que possa parecer’.

    A Esperança tem motivado-me a viver, e a viver melhor! Que a sua esperança seja semrpe sua companheira, também.

  3. Amigo Adão! É sempre bom exestir esperança em nossos corações,mas esperanças saudavéis 🙂 eu tenho esperança em que me saía o euromillhões,ir novamente a Roma etc.. eheh agora há esperanças que não vale a pena ter . ter esperança que o marido ou a mulher mude ,não vale a pena,ningu+em muda ,eu pelo menos acredito que não ahaah… e quem diz nessa situação diz em outras ,por exemplo não vale a pena eu pensar que um dia me irão chamar avó ou bisavó ehehh,mas também gostava de viver a vida toda… mas também aí nºao vale a pena ter esperança

    uma boa semana,beijo

    carla granja

    http://paixoeseencantos.blogs.sapo.pt/

  4. Adão Braga! Você parece ser uma pessoa tão vivida, tão experimentada em tantas aventuras que eu pergunto, se, você não está em vantagens sobre nós todos, em poder consultar vidas passadas. hi hi hi hi.

    Eu achei estes relatos interessantes, e sei, que você os venciou cada um. Os familiares e os de amigos e amigas. Interessante é como você os digere, e como você os coloca em textos.

    Parabéns! Vou acompanhar esta blogagem em outros blogs.

  5. Oi Adão,
    que máximo sua participação.
    Comecei por ler algo diferente do que tenho visitado quando você mencionou o descrédito. Lembrei logo da Esperança na forma de “cartão de crédito”. Em que a gente vai dando crédito para as pessoas na esperança que elas alarguem horizontes.

    Depois soltei uma enorme gargalhada quando você explica a colisão de esperanças. Porque, de fato, cada um tem a sua esperança e pode, aliás é, maior parte das vezes incompativel com a esperança do outro. Especialmente se for uma esperança individualista.

    Que magnifico momento de reflexão. Saio daqui e vou ficar pensando nessa tal colisão fatal. Genial.
    Obrigada pelo bom humor e por lembrar outro prisma da Esperança.
    Abraços.
    Rute

    Querida, esta sua resposta muito me alegrou e muito me fez ficar muito satisfeito em participar desta blogagem coletiva. Está sendo enriquecedor para mim, que tenho que pensar, analisar e fazer reflexões sobre estes temas. Eu não fiz citações de minhas esperanças quanto ao relacionamento, entre eu e minha esposa, pois é de fórum íntimo e muito reservado. Mas, sua resposta muito me agradou!

  6. Esperar que alguém mude é demais! Como mudar a essência de alguém? A luz interior de cada um só mesmo a pessoa poderá regular e não será pela vontade do outro.
    A perda da esperança endurece nossos sentimentos, enfraquece nossos relacionamentos, deixa a vida cinza, faz a vida perder parte do seu sabor. Ninguém vive se não espera por algo bom, que seja bem melhor do que o que já conhece, já possui ou já experimentou.
    Obrigada Adão, por mais uma participação na coletiva. Você sempre nos enriquece com suas reflexões!
    Beijus,

    Não acho não Luma! A esperança é mesmo assim. Esperança é uma crença que algo pode acontecer, ainda que seja, isto ai! É tanto que, algumas pessoas ainda usam a frase: Eu espero em Deus, que ei de viver um tempo e um mundo melhor!

  7. Adão, este comentário é da , não é meu. Eu ainda vou no meio da lista. Estou atrasada para aqui chegarrrrrrr:

    «Olá, Adão
    “O que me importa o tempo e o espaço,
    Se trilhei caminhos orvalhados
    Em busca do calor do teu abraço?”
    (Auxiliadora)

    Eu também espero que meus filhos possam me enterrar com a idade que Deus me permitir… e que eu tenha lhes passado Esperança de viverem felizes… haja o que houver!!!

    Concedei-lhe, ó Deus, prodigamente, o ORVALHO DO CÉU…
    Até o próximo mês, se Deus quiser!!!
    Abraços esperançosos de paz

    “Jamais desista de ser feliz, pois a vida é um espetáculo
    imperdível, ainda que se apresentem dezenas
    de fatores a demonstrarem o contrário.”
    Fernando Pessoa.»

    Comentei pela Rô porque ela não consegue comentar no WordPress.

    Rute e Rô, eu já fiz mudanças no sistema. Favor, tente novamente! E obrigado pelo incentivo!

Comentar este texto!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s