Alma masculina · Comportamento de homens · Comportamento Social

Homens: a má fama dos ruins oculta a reputação dos bons!


Ontem, mais algumas vezes tive que ouvi a repetição dos argumentos de sempre. Mas, eu espero alcançar um tempo, que nós, o gênero masculino teremos credibilidade e seremos reconhecidos quando falarmos:

  • Não fui eu quem feriu minha esposa;
  • Eu ajudo em casa;
  • Sou eu quem coloca e tira a mesa todos os dias;
  • Eu ajudo a lavar as louças;
  • Eu auxilio minha esposa nas tarefas domésticas…

E quando dizermos isto, não haverá aquele sorriso de desconfiança, nem ouviremos com ironia a frase: “Ajuda né! Tá! Eu sei que ajuda!”

Adiante!

Hoje pela manhã estava atendendo uma certa clínica médica e a TV passava o programa de Ana Maria Braga: O Mais Você! Passou uma reportagem de um casal e em ambos se diziam apaixonados. E o homem tratava a esposa com mimo, com carinho, e quando estava grávida beijava-lhe a barriga, zelava dela, cuidava da criança e da esposa também. Veja o video e a reportagem aqui.

Enquanto a reportagem passava na TV as senhoras ali sentadas, estavam boquiabertas como se só existisse aquele homem. Como se ele fosse o unigênito do gênero masculino. Como se fosse o modelo a ser seguido por todos os demais. Como se aquele homem tivesse que ser copiado, multiplicado e que os companheiros delas teriam que ser iguais a aquele moço. Somos tantos e que não passamos na TV Globo! Já somos milhares. No entanto, a má fama ainda oculta milhares de homens diferentes do milhões de outros violentos, imprestáveis, indescritiveis.

Anúncios

Comentar este texto!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s