Ações da alma Humana · Alma e vida feminina · Alma masculina · Comportamento de homens · Comportamento Social · Geral, amplo e irrestrito · Inteligência e Espirito · Mulheres, Fêmeas, Feminino

Todos têm fé. A diferença é como se aplica a fé


Esta semana estava conversando com um amigo que se diz ateu. A conversa era sobre religião. Ele me indicou para eu ouvir o Hap da Religião. Segundo o testemunho dele foram: “uns moleques cara! Mó legal eles criticando as religiões, Deus, os padres e os pastores…”. O que lhe respondi: eu tenho observado que as pessoas que mais criticam as religiões nunca foram religiosos. E ele disse que já foi religioso. No entanto não soube explicar qual religião tenha praticado, vivenciado e renegado. Ou seja, ele se declara ateu tão somente porque acha ser mais inteligente ser ateu do que ser religioso. Mas, isto não é novidade. Jesus já dizia naquele tempo, dois mil anos atrás, “As pessoas deste mundo são muito mais espertas nos seus negócios do que as pessoas que pertencem à luz.” Estas palavras dentro do contexto da história que havia sido contada, Jesus disse literalmente que as pessoas não religiosas são mais hábeis em tomar decisões quando em situações difíceis, complicadas, e que exigem ação, reação DO QUE as pessoas religiosas. Assim mesmo. Direto e reto.

Jesus não era um poço de gentilezas. Nem com o populacho, muito menos com seus discípulos. O que se vê atualmente, inclusive no tal Hap da Religião, são pessoas, que não são religiosas, nunca estiveram em uma congregação religiosa, nunca pertenceram a algum grupo qualquer, posando de intelectuais, morais, éticos, superiores, e na música críticos de situações sociais. São alguns idiotas que pensam que sabem tudo sobre os religiosos, por criticar os pastores avaros, os padres pedófilos e outros acolá que são pederastas, como se todos os religiosos e todas as religiões seguissem a vida e o modelo distorcido destes que seriam o que são, dentro de uma igreja, sendo um juiz, um advogado, delegado, um comerciante. Aliás, existem tantos iguais em outros segmentos sociais que não recebem esta indignada reaçOI ão, nem música, nem moda de viola, nem mesmo versos de revolta. É a típica generalização discriminadora e que faz com que de se dissemine o rancor, a ira, das diferenças.

No Hap da Religião, os ditos “moleques” – como disse o amigo – repisam as criticas de sempre. Dizem que a Bíblia é um livro assim, daquele jeito, aquilo lá, preconceituoso, discriminador, violento, irascível… etc. Eles é que são os bons. Eles é que é exemplos de moral, ética, racionalidade, juventude iluminada. Dizem-se críticos da história cristã. No entanto, o que estes jovens, que se dizem ateus ou contrários a religião fazem de diferente para melhorar a sociedade em que vivem? Não vi. Nunca li. Nunca encontrei nenhuma linha, nenhuma atitude destes mesmos racionalistas, humanistas, iluministas, raça inteligente e superior em relação as mortes dos cristãos que eles tantos criticam em várias partes do mundo.

Pô! Por uma questão de racionalidade, humanista estes seres superiores poderiam se manifestar em critica aos países em que a outra parte mais numerosa, mais popular está exterminando os cristãos. Seria humano. Seria racional. Seria moral. Seria ético da parte deles socorrerem estas pobres criaturas. Seria de bom sentimento ir ao encontro destas minorias perseguidas.

Mas, estes idiotas só sabem criticar. Só sabem fazer versos de repetição. De argumentos que pouca cultura traz a sociedade. Não são capazes de ir defender os cristãos. Ah! Mas, eu sou contra os religiosos e as religiões. Tá! Que seja. E por que não faz nada por aqueles que a sua semelhança, e até por sofrimentos atrozes também ateus, e irreligiosos? Por que motivos não os auxiliam? Ah! Eles estão longe? Não! Não estão! È que vocês apenas e tão somente só sabem fazer isto. No conforto de vossas casas, deitados em lençóis que vossos pais compraram, com equipamentos eletrônicos que, muitos religiosos trabalharam arduamente para você poder comprar e usar. Pobres idiotas. Mal sabem que mais dependem dos religiosos, incultos, tolos, ignorantes, do que os religiosos dependem deles.

Às vezes entendo estas pobres almas. É desesperador, mesmo sem querer, ter que levar sobre si o dom e maldição de Cassandra. Saber a verdade. Saber algo maravilhoso. Saber algo e ser incapacitado de convencer os demais de evento tão eminente, ser inapto, ineficiente, inábil a ponto de não conseguir fazer com as pessoas acreditem em suas ideias. É desolador chegar a um hospital e ser tratado por um médico religioso. Ser atendido num banco por pessoas religiosas. Ser conduzido em transportes públicos diversos por pessoas com seus elementos e símbolos religiosos. É de desesperar estar em um avião guiado por um, que ao começar seu trabalho, antes de ligar os motores, se benza, ou que reze, ou que ore por proteção divina. … é este o mundo que você vive.

É que a fé é um atributo humano. Todos têm fé. A diferença é como se aplica a fé. A maioria usa a fé para diversas atividades, inclusive a fé, para o religioso, é a certeza de coisas invisíveis. Para um comerciante, seja ele religioso ou ateu, a fé, é a certeza também de coisas invisíveis, afinal, receber um cheque para data futura, é ter fé que haverá fundos, ter fé que a pessoa honrará o compromisso, é ter fé que viverá até a data para receber, é ter fé que a outra parte viverá tempo suficiente para pagar.

Não se vive sem fé. A diferença entre uns e outros, é como se trabalha a fé existente em cada um de nós. Não mais do que isto. A sua fé te leva a isto. A minha me leva a outras veredas. Pena que você pensa ser superior a mim, ainda que, quando vá ao sanitário produza a mesma matéria que eu.

Anúncios

2 comentários em “Todos têm fé. A diferença é como se aplica a fé

  1. Isso tudo é tão complexo… Esta semana fui atacada por email por uma mãe de uma criança com DM que espera milagre e segundo ela esta buscando, só porque escrevi que diabetes não tem cura e coloquei um texto, que não é meu, mas que tem muita coerencia sobre o que acontece quando o fanatismo bate a porta…
    Vejo também muitos religiosos que não sabem do que estão falando, repetem frases decoradas de seus pastores, padres…
    Na verdade acho que as pessoas estão sem opinião propria sobre tudo.
    Beijinhos

Comentar este texto!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s