Ações da alma Humana · Alma e vida feminina · Alma masculina · Assuntos da Alma · Comportamento de homens · Comportamento Social · Geral, amplo e irrestrito · Opinitivo e Pessoal

Os problemas existem, mas, nenhum sem solução


A vida é dura pra quem é mole.

Você já deve ter lido esta frase em algum lugar. Talvez em um para-choque de caminhão. Quem sabe uma imagem nas redes sociais. Para minha amiga Iara Alencar, @iarana no twitter, tem até moda de viola, pois sei que alguém da família dela ama certos tipos de músicas, bem características. Pois bem, a música de Zé Mulato e Cassiano (Amigo Fred conhece também), tem uma música com o referido título: A vida é dura pra quem é mole, a vida é mole para quem é duro!

Nesse mundo os problemas existem
mas nenhum deles sem solução
por pior que agente esteja
sempre pode ajudar um irmão
não adianta viver reclamando
nem chorar o aperto da cinta
vai enfrenta o diabo de pé
será que não é feio como se pinta

Desde dias finais dos anos de 2005/2006 que nossa família vem sofrendo diversos reverses. Não foi fácil não! Nós sabíamos que não seria fácil e as vezes perguntávamos, por que é que estavam tão difícil. No inicio estávamos sós. Sem que amigos e familiares soubessem o que, e do que padecíamos. Por vezes me zangava com pessoas que viam nos consolar com palavras do tipo: “ah! tem tantas pessoas em situação pior do que a de vocês”. Uma parente até nos disse: “Vocês não sabem o que é sofrimento”.

Eu, e minha esposa não aceitamos esta comparação. Não aceitamos o nivelamento pela miséria alheia. Em hipótese alguma aceitamos que devíamos estar satisfeitos, neste particular, consolar-nos com outros em situações piores. É muito baixo este nível. Não queremos sofrer, e não aceitamos fazer comparações do tipo. É o nivelamento pelo grau da miséria que nos abate. Credo!

LORDOSE LOMBAR e CIFOSE. Devido as dores que eu sentia em 2005/2006 pedi afastamento da empresa onde trabalhei por sete anos, a Holística. Estou até hoje nestas condições. As vezes, nem consigo andar. Fico em casa. Mas, a situação está sob controle. Findou este período meu, tive os anos 2006/2007 com a esposa em estado indecifrável. Passou muito tempo sem saber o que a acometia. E tudo começou no dia após o aniversário de Kaio em 2006. Fortes dores de cabeça. Paralisia das pernas. Tremura. Desmaios. Uma série de sintomas sem nenhuma ligação aparente. Fez tratamento diversos. Acreditem, só melhorou depois de muitas sessões de RPG e pilates. Ai, começou outra série. Esta que vocês já sabem.

2012: o ano do fim do mundo.

Dizem por ai, que este é o último ano. Que este é ano do fim. Eu não creio não! Eu tenho outras crenças escatológicas, cataclísmica, apocalíptica e de extermínio geral. Seja como for, nosso sofrimento com todos estes problemas de saúde, este ano de 2012: CESSARAM!

Nós não chegamos aqui só. Saímos sós. Estivemos sós. Não solitários. Travamos várias batalhas sozinhos. Só nós. Mas, a partir de certo momento, a partir de certo ponto do caminho, nossos caminhos, nós vimos assim, estavam interligados com inúmeros outros caminhos, e dezenas, centenas, milhares de caminhos começaram a estar interligados e em congruências e intersecções com nossos caminhos. Estes caminhos não estavam ali ao acaso. Foram previamente, providencialmente interconecta-os. Para nós, eles foram prescientemente interligados por motivos para nós desconhecidos.

O que me levou ao blog e como foi que cheguei ao Blog de Veridiana Serpa? Como foi e porque motivos conheci o blog e a pessoa de Beth Santana? Também não sei! E por que motivos soube e conheci tantas outras pessoas na internet? O blog de Luma Rosa? Quem mais? E as pessoas da família da Médica Frustrada (Leticia, David)? Estes são alguns exemplos. Há pessoas que estiveram juntos a nós e que pediram: nunca faça citação a nós, e que vocês jamais saberão que são.

image

Gente! Meu filho recebeu alta médica anual. Era o que esperávamos em setembro do ano passado, quando escrevi Consolo em Guerreiro Menino. Eu ainda choro em ler o texto e lembrar da dor que senti naquela manhã. Foi dolorido. Permaneceu dolorido por vários dias. Os últimos exames apontaram para a ausência de elementos agressivos. Os exames de imagens revelaram que não há nada mais nos lugares que haviam. Os exames de sangue estão normais. Todos os números e nomes estranhos que vem nos tais exames estão normais.

Agradecimentos especiais a todos vocês que ajudaram. Os que oraram. Os que levaram o nome de nossa família para as correntes e círculos de oração. A você, que me escreveu em 12 de setembro de 2011 estas palavras:

“Tenho orado mto por vcs e tenho certeza q Deus em sua infinita misericórdia está preparando algo de maravilhoso na vida de todos vcs. Força e Vitória , essa música nos traz gde alento nas horas difíceis. Fiquem na paz e no amor de Jesus.”

Coloco o destaque em azul, com todo o significado e a profundidade que a cor representa. Foram seis meses de momentos difíceis. Momentos complicados. De indecisões e de decisões. Orações. Fé. Dedicação. Ação. Aceitação.

Este ano de 2012 está sendo o melhor ano dos últimos dez anos. Se ele fosse acabar, tenham esta certeza, estaria acabando com nossa vitória. E nós desejamos intensamente que outras famílias também passem por estes dias de alegria, “transbordação”, efusão, magnificências, esplendor. Ainda que seja por instantes, mas que tenham!

A todos que oraram conosco: AMÉM! A todos que além de orarem se empenharam agradecimentos, beijos, abraços, ágape, laços ternos do amor divino cubram todos vocês. Estamos muito felizes estes dias, e você contribuiu. Muito obrigado.

Anúncios

2 comentários em “Os problemas existem, mas, nenhum sem solução

Comentar este texto!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s