Ações da alma Humana · Comportamento de homens · Geral, amplo e irrestrito · Mulheres, Fêmeas, Feminino · Opinitivo e Pessoal

Os tempos são outros


Ontem foi a vez de um jovem amigo de Kaio vir em minha direção pedir ajuda e conselhos sentimentais, e orientação de como deveria agir. Eu devo ser, ou devo ter cara de CONSELHEIRO AMOROSO.

Minha constatação e orientação para com ele foi de que ele deveria agir como vinha agindo. Afinal, quem erra deve assumir primeiro seus erros. Depois, aceitar que um erro cometido deliberadamente gera estragos e reações adversas e indesejados. E na maioria das vezes tais erros, a depender dos sentimentos envolvidos, e do grau de amadurecimento, tempo de relacionamento, nem sempre o perdão perdura, nem a justiça é aceitável, o que se quer mesmo é o olho por olho, chifre por chifre, infidelidade por infidelidade, desconsideração por desconsideração.

Foi o caso dele. Quis agir como o macho alfa e agora fica zangado por que as três garotas descobriu o revezamento que ele estava fazendo com elas. Elas se descobriram. E, se uniram contra ele. Todas três recusaram-no. Todas as três passaram a ignora-ló. E uma resolveu fazer o que ele fazia. Ele então estava ontem choroso e sem saber o que fazer. Quis imputar a todas as mulheres a pecha  de safadas, descaradas, vagabundas… mas, ai, não soube responder a pergunta:

– Você não é tudo isto que diz que elas são? Afinal, do jeito que ela agiu agora, você agiu com todas elas antes? Então, a retribuição é justa! Alias, esta regra é antiga: do jeito que você quer que as te trate,  trate primeiro a elas. E foi desta maneira que você as  tratou. Então onde está o erro delas em agir igual ao que você agiu?

A geração de mulheres de minha mãe, foram ensinadas a serem mulheres altruístas, resignadas, perdoadoras. Porém, as meninas, nem todas é claro, preferem o chifre por chifre do que perdão por traição. Elas tem optado mais por vingança como modelo de justiçamento, do que de perdão.

Os tempos são outros. E do jeito que doe em um, também doe no outro. Depois da conversa, nada agradável ele me perguntou: Então como é que eu devo agir se ela estiver na festa?

– Ué! do jeito que você quiser agir. Se vocês terminaram, vai pra festa como se solteiro fosse. Se ela estiver lá, vai preparado para qualquer coisa, inclusive ver ela com outro namorado.

Ele disse que esta realidade era crueldade para com ele, mas, nunca passou pela cabeça dele que também era crueldade para com elas. Aliás, na cabeça dele, agir de modo traiçoeiro, desonesto, desleal, infiel… era listado por eles e pelos amigos como esperteza. E era, até que toda esta esperteza virou tragédia amorosa.

Anúncios

4 comentários em “Os tempos são outros

Comentar este texto!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s