Alma e vida feminina · Alma masculina · Assuntos da Alma · Comportamento de homens · Inteligência e Espirito · Mulheres, Fêmeas, Feminino · Relacionamentos, casamentos e contratos

Eu e a mulher da internet


Estavamos na cozinha e quando ela amarrou o cabelo e revelou o pescoço, deixando a nuca visivel, olhei-a de cima a baixo, e fui em sua direção para beixar-lhe o pescoço. Foi quando ela me olhou cinicamente e sorrindo me disse, nesta manhã de quarta-feira:

– Você estava pensando nela, não foi?

– Nela quem? – Perguntei fingindo não saber do que se tratava.

– Na mulher da internet, oras, de quem mais eu estaria perguntando?

– Sim! Estava pensando nela sim! Como é que você sabe? – Perguntei a ela!

Ela sorriu. Com aquele ar de superioridade, aquela cara do Mister M, quando aparecia no fantástico depois de revelar mais um segredo dos mágicos.

Desde menino que vivo a perguntar as coisas das mulheres, e certamente morrerei sem saber como é que estas criaturas conseguem ser tão oniscientes, e ao mesmo tempo assim, tão bobas a ponto de amarem a nós homens.

Quantas vezes ouvi minha mãe dizer que odiava aquela mulher. Quantas e quantas vezes a ouvia reclamar daquela outra. Que a desgraçada fedia. Que ela cheirava mal. Que era porca. Bem, depois aprendi, que por mais linda que seja a outra, as esposas, jamais conhecem criatura mais feia, mais sujas, sem caráter.

Depois comprendi o sentido dos cheiros para as fêmeas. E, várias frases de minha mãe fizeram sentido. Através do perfume, através do corpo de meu pai, ela sentia a presença da outra.  (Leia mais aqui: Maria X Valdivia). Isto na cabeça de várias mulheres deve ser algo como a infidelidade na cabeça masculina. Só a possibilidade de ser verdade, já deixa alguns loucos.

Mas, no caso acima citado, como é que se descobre a presença da outra sem cheiros, sem traços, “sem presenças?” É ai que entra outras coisas típicas das fêmeas tais como: sentidos, perspicácia, astúcia, observação, detalhistas, dominio das expressões, etc.

– Muito simples meu amor, todos os dias quando você está no computador, você tem esta cara de homem bobo, este riso fácil para o nada. E agora, você está assim, com cara de quem tá falando com ela, mas, tá só na sua cabeça, mas, você não sabe pensar nela sem agir como se ela estivesse aqui.

– ah! tá! Mas, você ficou preocupada com a concorrência?

– Pra mim? Enquanto ela for uma mulher só da internet, enquanto você estiver aqui, e ela lá, e o que unirem vocês for só a tela do computador, eu não tenho medo dela, não!

Anúncios

3 comentários em “Eu e a mulher da internet

  1. Julie, o que é te fez pensar que ele não estava pensando em você?Não ficou claro em nenhum momento, que a mulher da internet, não é você, muito pelo contrario, pode ser queele estivesse pensando em você mesmo

  2. Ihh, fiquei com ciumes, primeiro porque gosto da Katia e primeirissimamente porque te amo e, nao sabia que voce amava alguem alem de mim, virtualmente!! Hum!!!
    Brincadeirinha.

    Ter voce como companheiro deve ser melhor que cultivar as melhores perolas. Ela tem em voce o que milhares desejariam que tivesses seus maridos.

    Beijos e saudades.

  3. Adão Braga que coisa vc? Se eu não conhecesse vc e Kátia eu diria que isto é surreal. Mas, sendo vcs dois, eu fico imaginando a cena. Vcs são meus exemplos de casal. Eu queria ser igual a Katia, e gostaria que meu marido fosse igual a vc. Vcs são umas graças!

    veijos

Comentar este texto!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s