Alma e vida feminina · Alma masculina · Assuntos Aleatórios · Assuntos da Alma · Comportamento de homens · Geral, amplo e irrestrito · Mulheres, Fêmeas, Feminino · Opinitivo e Pessoal · Relacionamentos, casamentos e contratos

Os reflexos do meu pedantismo?


Viver é fácil. Difícil é pagar todas as contas em dias. Não sou de não dormir por causa de preocupações diversas. As vezes passo a noite sem dormir, pensando numa resposta para o dia seguinte, me passa o sono, um dialogo em que não conseguir terminar a argumentação.

Se há um problema a ser resolvido, é melhor procurar uma solução, do que ficar chorando a existência do problema. É como disse não sei quem: mais vale acender uma vela do que reclamar da escuridão … se não foi assim, foi parecido, ou algo similar.

Perturbação 1

Algo que me perturba, e apesar de não me tirar o sono, digo que me deixa inquieto. Os sentimentos que sinto, e os sentimentos que desperto nas pessoas. Sejam elas homens ou mulheres.

A situação mais constrangedora e recente foi uma jovem senhora que me procurou para pedir, para não mais ir na casa dela. Que cada visita minha a sua casa lhe causava dores, humilhação e dissabor por vários dias.

– Meu marido me disse que eu sou safada, descarada, sem vergonha. Disse que confia em você, mas, que eu não sou de confiança. Disse mais, que não existe nada entre nós, além da amizade, porque você é um homem  puro… etc.

Não senti compaixão, nem misericórdia por ela. Mas, sinto asco por existirem homens que assim agem. Assim tratam suas companheiras.  O que me incomoda é que estes homens são capazes de ver em mim uma pureza inexistente, enquanto vê um lado devasso em suas companheiras. Não foi o primeiro. Não será o último. E, fico, as vezes, pensando: como é que eu poderia influenciar tais homens a serem diferentes?

“Meu reino” por uma vacina para tais homens.

Perturbação 2

Semana passada quando fui fazer um trabalho num certo escritório, uma amiga disse que gosta tanto quando vou lá, que ela ficaria dias e dias me ouvindo, que gostaria tanto de passar um dia todo comigo. Ela disse nestas palavras: Eu sinto inveja de Kátia em poder viver todos estes anos junto de você.

Isto  me perturba.  O que mesmo?

A perturbação, me chega de uma imagem, que apesar de não falsa, afirmo, é ampliada pelo olhar das pessoas. Eu sou, conforme definiu Hortência, um homem comum, porém, pedante, e muitas amigas, me veem a partir da imagem que gero baseado no pedantismo que há em mim.

Inteligência: pensam que sou mais inteligente do que sou.

Completude: pensam que entendo de tudo, e de forma ampla, e que todas as equações, que todas as matérias me são de fácil assimilação;

Força: pensam que sou forte emocionalmente, psicologicamente, espiritualmente, intelectualmente, e todos as demais forças residem em meu ser.

O super Marido: Entre os familiares de Kátia existe o mito de que ela é feliz da vida por ter a mim como marido. Que tudo que ela deseja, se eu não realizo, eu ajudo ela a realizar. Que os projetos dela eu me engajo. Os planos dela, mesmo os que não lá bem planejados os apoio e a ajudo. E mesmo quando dá errado, eu apenas digo: vamos pra frente! tentou, não vingou. Pra frente é que se anda.

O homem do blog:  Como sou um sujeito que não tem vergonha de assumir posições, que não tenho vergonha da exposição, que não sinto remorso de errar na tentativa de acertar, etc., as pessoas olham para mim, como se eu fosse uma pessoa diferente, e que alguns colegas dizem: eu queria ser igual a você. E há quem chegue aqui e diz: quer casar comigo? Como se a felicidade, o sucesso, fosse algo garantido estando ao meu lado. Alias, é assim que penso sobre outra pessoa.

Isto me perturba, apesar de não poder controlar a mente e os sentimentos alheios. Não posso, e não tenho poderes de evitar que se formem imagens acerca de minha vida, de minha forma de viver. Eu sou um bicho doméstico, urbano, complexo e ao mesmo tempo, simples. Gosto de TV, internet, livros, revistas, músicas antigas. Já gostei de matas, rios, montanhas, ribeirões, animais silvestres. Hoje prefiro as cidades. E sei que o leite não aparece na geladeira, nem a comida nasce nos supermercados.

E sei! Nós homens e as mulheres conseguem despertar sentimentos uns nos outros, apesar de não sabermos como é que isto funciona, sem conhecimento de como lidar com tais sentimentos depois que os mesmos nascem, enraízem e fazem morada no lugar que lhe é comum.

Fazer o que? Não existe vacina para tais casos, e não há receita que funcione bem nestes casos e situações.

Anúncios

3 comentários em “Os reflexos do meu pedantismo?

  1. kkk
    Eu entendo vc muito bem.As pessoas que nos lêem pode achar, á primeira vista, que somos doidos por somos polêmicos.eu sou. Mas, depois, elas se apaixonam por que somos o que elas NUCNA TIVERAM CORAGEM DE SER: ELAS MESMAS.

    Outro dia, eu via, via dashboard do WordPress, que uma pessoa entrava e saia…diariamente…E A BANDIERA MOSTRAVA QUE ERA DA SUECIA.

    Até que, num encontro de fotografos, um homem se aproximou de mim..:E falou: olha, eu leio seu blog..amo suas fotos mas…
    O QUE ME ATRAI MESMO EM VC É ESSA SUA FORMA DE ESCANCARAR SENTIMENTOS. DE NAO TER VERGONHA DE FALAR SOBRE NADA…

    Pois bem…adorei aquilo mas, dias depois, ele me mandou flores…e quem recebeu foi meu marido..eu contei a ele..que riu…

    kkkkk

    dai, o cara falou: eu daria tudo para minha esposa ser como vc, Grace….

    Sim..mas ela naio é…kkk

Comentar este texto!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s