Ações da alma Humana · Mulheres, Fêmeas, Feminino · Relacionamentos, casamentos e contratos

Homem faz o que mulher quer


Li no blog: Acalma Alma Má, sobre as prioridades que ela não tem. Seja por ele não prioriza-la, ou por ela não exigir. Não Importa, falta prioridade da parte de lá.  Murdock pegou a inspiração e sapecou um texto lá no blog dele também.

E não é só ela que assim vive e sofre. Eu não creio em destino. Nem também sou lá adepto do conceito de que temos Livre-Arbitrio.

Eu já tive diversos contatos e muitas histórias com mulheres. Conheci e convivi numa familia onde só havia mulheres. E por “ironia do destino”, todas as mulheres tiveram experiências desastrosas nos relacionamentos.

A primeira que conheci, foi trocada pelo primeiro marido pela vizinha e melhor amiga. Casou-se novamente, e mais uma vez foi trocada, desta vez por uma garota de vinte poucos anos. E já está casada com outro.

As duas outras irmãs tiveram experiências semelhantes. A mais nova, não suportou dois anos com o marido, que depois do casório, tornou-se um alcoolatras, sendo que antes do casamento, não bebia.

Todas estas mulheres planejaram uma vida compartilhada. Elas tinham sonhos. Elas tinham em mente um planejamento, teorias lindas de como viveriam, e como poderiam agradar o marido, e como manteriam suas familias por toda sua existência, e esperavam ao final da vida dizer: Fomos felizes até sempre.!

Na outra extremidade, conheço mulheres como Niza. Jovem, simples e sempre morou em roças. Veio para a cidade aos 17 anos para concluir os estudos. Terminou. E como não sentia-se capacitada a exercer nenhuma função administrativa compativel com sua formação estudantil, desejou e tornou-se empregada doméstica.

Trabalhou dois anos aqui em casa. Ficamos amigos. Depois deste período, disse que não iria mais trabalhar, pois queria dedicar-se a seu homem.

– Ah! agora eu vou cuidar de minha família. Quero parir todos os filhos que ele quiser. Ter uma casinha igual a de vocês, e esperar ele chegar de tarde cansado para tomar banho junto. – Idealizava e hoje pratica. Hoje, a satisfação dela, é uma só: Realizar os desejos do marido. Por outro lado, ao realizar os desejos dele, o tem como cativo dos seus encantos e entrega.

– Já casou Niza?

– De papel passado não! Porque?

– Minina, é uma garantia! – Disse a prima que veio visitar.

– Ah! Eu  não vou querer esse negócio de papel passado não!. Eu conheço ele. Ele me conhece. Já tenho um filho dele. Jà temos casa. Já estamos morando juntos.

– E se ele te largar?

– A familia dele me conhece. A mãe dele, o pai, os irmãos todos sabem quem sou eu. A minha familia também conhece ele e a familia dele. Eles não são pessoas ruins não. A familia toda é de gente simples e não tem homem largador de mulher não!  Se acontecer, foi culpa minha e culpa dele. Homem faz o que mulher quer! E mulher faz o que o homem quer. É um no outro.

Há certas mulheres que exercem um fascinio sobre os homens, que estes, ficam extasiados ante a presença e ações das mesmas. Nem sempre se vê atributos especiais nalgumas delas, e nestes casos surge aquela pergunta: “O que é que ela tem que eu não tenho?”. Neste ponto, é que descobrimos, que há outras que por mais que queiram, não conseguem dominar nem a si mesmas.

Em nossos dias, é crescente o número de mulheres embrenhadas no mundo administrativos, no mundo acadêmico, e que usam tantos adereços, adornos, e perfumes, que o perfume que enebria e embota os sentidos dos machos se ocultam em tantas bugigangas.

Não adianta ter ciência e formaturas, empregos e sucessos diversos no mundo corporativo, administrativo empresarial  se não sabe o mais básico das necessidades de uma fêmea: seduzir e encantar.

Anúncios

8 comentários em “Homem faz o que mulher quer

  1. O fato é que a vida leva a gente a ser o que é.
    A independência, muitas vezes é aprendida a duras penas e o foco na carreira nem sempre é a opção que sonhamos. É o que temos.
    Mas o que não suporto é quando as pessoas podem optar por viver uma vida completa: carreira, família, amigos, amor.
    E simplesmente organizam uma ordem para chegar a isso, onde um anula o outro e não há convivência simultânea.
    Já fiz isso. Já coloquei todas os meus ovos em uma cesta só. E dancei.
    Hoje, acredito que devemos construir a vida com um pouco de cada.
    E acho que estou sozinha por isso.. por que não aceito estar no fim da lista.

  2. Jura que vc pensou que fosse eu a autora do blog???
    Jamais conseguiria escrever assim sobre sexo, sou meio recatada e jamais assinaria qualquer coisa que escrevesse com outro nome, não sou fã de pseudonimos, anonimato e fakes.

    Se não puder assinar é porque não é legal eu fazer, tem outra Sarah Rubia pela Blogosfera, inclusive um poema que faz alusão ao suicidio, foi um horror convencer a uma amiga que não estava a beira do suicidio e que não fui eu quem escreveu.

    Fui..

  3. Adão,
    Também acho papel e cerimoniais dispensaveis, pelo que vi, ela escolheu o marido de acordo com um comportamento familiar, priorizou a educação que ele teve, isso é infalivel.
    O comentario da Beth mexe com alguns sentimentos meus, é assim mesmo, a maioria das mulheres procura um companheiro apresentavel ao grupo social a qual ela pertence, como se ja não fosse maravilhoso ser amada, a maioria quer ser invejada, quem nunca ouviu a frase, “Eu quero um marido de causar inveja as minhas amigas”?

    Não diria que o homem faz o que a mulher quer, mas que um agrada o outro quando estão em sintonia.

    Sempre digo, um dia muitas mulheres olharão pra tudo que conquistaram e perceberão que não tem valor diante do que desejavam…
    Tem que saber balancear…

    O texto da Sarah é bom, li ontem, mas nada tem haver com casamento, com quem quer constituir uma familia.

    Beijinhos

  4. Hahahahaha…é verdade. E eu sou a primeira a pular da cama e acender o cigarro. Mas, também adoro um roçar carinhoso de barba na nuca que me faz cair na gargalhada e uma sessão de cosquinhas como preliminares 🙂 …bizarro!!!!

    Vamos lá Adão…Será tão dificil a mulher ser a dama na mesa e a puta na cama? E o homem ser o gentleman na mesa e o cafajeste na cama? E vice-versa. Não neh? Então pq “a turba” reclama de solidão mesmo quando estão com um excelente parceiro do lado?

    Há algo muito além dessa van filosofia das DR´s.

    Bjs fofo…chegou por hoje. Tenho que estudar e amanhã tenho prova para fazer.

    Bjs em ti e na family !!!!

  5. Os textos de Murdock e Calma Alma Má são muito bons, assim como o seu. Mas, acho que tudo acontece na hora certa. A prioridade não deveria: um ser a meta de outro ser – para eu ser feliz você tem que estar feliz, pois a sua felicidade tão somente depende de mim e a minha de você. Ou apenas visualisar egoisticamente o equilibrio financeiro e profissional antes de qualquer coisa. Acho possivel quando ambos crescem juntos e ainda assim serem casais equibrados no seus objetivos profissionais e emocionais – Quando eles se ajudam.

    Ninguém está sozinho porque priorizou o estudo, o trabalho. As pessoas estão sós pq procuram demais, escolhem demais, sem visualizar que podem crescer juntos, ou ajudarem ao outro a crescer. Quantas e quantas pessoas já nos dedicaram amor e figimos de conta que nem estamos vendo só pq ele era o boy, ou a estagiária? Ou porque as convenções sociais não nos permitiram estar com alguém de um grau social inferior ao nosso?

    Àquela pessoa que você preteriu seguiu a vida dela, está feliz, formou familia, tem filhos…e você está arrumando desculpas para a solidão.

    Na hora certa, alguém fará toc toc na porta do seu coração, basta que você queira abrir a porta, ou não.

  6. As pessoas ainda se predem ao papel e ao cerimonial. Papel hoje em dia só serve para nada, pois existe a união estável. Ela, a sua amiga, de qualquer jeito, já tem os direitos garantidos dos bens que adquiririam durante a relação.

    Mas, em relação ao restante do texto, a reciproca é verdadeira. Não adianta um cara ser inteligente e ter vários predicativos que só interessam ao mundo corporativo se, na cama, ele deita e dorme após a transa. Se, não sabe dizer palavras de amor e nem dar flores. Se não respeita a mulher que escolheu para viver.

    Leia este texto da S. Deever. Uma delicia. Sarah Deever divagando: Penso como homem? Depois respondo o resto!

    Há algo que vai muito além da sedução e um dia, fará a grande diferença do “estar junto”. Eu odiaria que um marido que só olhasse para mim por causa do tamanho da calcinha que uso e das posições do Kama Sutra que sei fazer, até porque, um dia usarei calçolas, fraldas geriatricas e minha coluna não me permitirá ser presepeira. E é esse mesmo homem que eu gostaria que estivesse do meu lado nesse momento final de minha vida e não babando feito um tiozinho atras de meninas nas ruas.

    E também acho que não sobreviveria ao lado de alguém que não me acrescente nada intelectualmente. Sabe porque? Eu procuro mais para minha vida e um dia, como o homem é machista, inseguro e defensor de seu território, ele começará a prestar atenção nos amigos da faculdade, nos caras do trabalho, nos outros que me rodeiam e que são necessários a minha vida laborativa. E isso gera ciume, insegurança e cobranças.

    Ainda prefiro os homens inteligentes e que saibam que sedução está além de um membro que usam pendurado entre as pernas.

    A fêmea tem que saber seduzir e encantar? O macho também. A reciproca é sempre verdadeira.

    Bjinhos….

Comentar este texto!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s