Comportamento de homens · Mulheres, Fêmeas, Feminino · Reconhecimento · Relacionamentos, casamentos e contratos · Vidas

O machismo em gênero


Outro dia, tive que ler os comentários, e também ouvir algumas criticas de amigos e algumas amigas quando escrevi um texto sobre a situação da mulher e alguns textos antigos. Tais textos, estão inseridos em livros que são aceitos como livros sagrados, livros que foram de certa forma inspirados, escritos sobre a orientação de uma entidade divina.

Assim, é normal a interpretação de que, a divindade é por tabela, machista, e também agência de opressão do genero. Porém, é olvidado da maioria, que não são as divindades, na acepção da palavra, partidaristas, facciosas da causa masculina. Somos nós em sociedades e nas diversas comunidades antigas e também as atuais que somos. Os textos sagrados antigos refletem a idéia predominantes de sua época. Ainda é nos dias atuais.

As mulheres, por mais livres que sejam atualmente, se permitem serem dominadas. Se sujeitam à submissão a ponto de haver quem diga que a submissão é próprio da natureza ou do gênero. Pertencemos a gêneros diferentes.

Quando se leem alguns textos sagrados, muitos procuram focar tão somente nalguns aspectos castratórios sociais. São regras diversas que aos padrões atuais parecem ser arbitrárias, impositivas,  e, revelam o lado social de uma época, e afirmo, não é diferente dos dias de hoje.

Um dos homens que ordena:

“A mulher aprenda em silêncio, com toda a submissão. E não permito que a mulher ensine, nem exerça autoridade de homem; esteja, porém, em silêncio” (I Tm 2:11 e 12)

E neste texto é que se foca toda a descrença nas idéias dele quanto a libertação feminina. Dificilmente, este lider cristão é lembrado quando em três outras ocasiões afirmou e orientou dizendo:

Vós, maridos, amai a vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela. (Efésios 5:25)

Assim devem os maridos amar as suas próprias mulheres, como a seus próprios corpos. Quem ama a sua mulher, ama-se a si mesmo. (Efesios 5:28)

Maridos, amai a vossas esposas, e não as trateis com aspereza (Colossenses 3:19)

O mesmo homem que tem orientações sociais quanto a regras sociais coerentes com sua época, vai adiante, e insta com a classe masculina a amar sua companheira. E vos digo, só quem ganha com isto é o próprio homem que ama a sua esposa, a sua companheira. Dar amor a uma mulher é satisfação garantida.

Não vejo muitas diferenças nos dias atuais da história antiga. A situação não mudou quase nada! A opressão continua, e a sociedade, ainda que mais de 50% da força de trabalho seja feminina, ainda continua sendo opressor das mulheres.

O mundo vem trabalhando desde algumas décadas, dizem eles, pela melhora da condição feminina, e dizem que as mulheres podem fazer tudo:

– Elas podem ser mães, esposas, amantes, empresárias, cuidar das coisas do trabalho, cuidar da casa, ter jornada dupla, tripla, quadrupla, etc.

Só nunca ensinaram e nunca deram uma receita prática de COMO SER TUDO em uma.

Observo a tirania social machista quando leio dicas do tipo:

– 10 dicas para se tornar uma mulher irresistível;

– 10 dicas para seduzir com a roupa;

– 10 dicas para arrasar na cama;

– 10 dicas como ser provocadora na cama;

– 10 dica de como conquistar um homem;

– 10 dicas de tudo o que você não deve fazer com seu homem.

– 10 dicas para você esquecer o ex

Sutilmente, a sociedade colocou um véu sobre o tema, e hoje, ainda que fizeram toda uma revolução para que tudo continuasse do mesmo jeito:

A mulher submissa ao sistema machista, dominador e opressor, faz tudo para o homem e pelo homem. O que foi que mudou? As mulheres pensam que hoje, não são submissas. Pensam que são livres, e pensar que é livre e diferente, pode, só não pode ser de fato.

Inventaram o tal jogo da sedução que toda mulher deve saber fazer, porque? Porque a mulher precisa do homem, e para manter um homem do seu lado. Toda mulher deve saber fazer o jogo da sedução, caso contrário, será mal vista.

– É uma mulher trabalhadora. É muito empenhada, no entanto, nunca deu sorte com o homens.

As receitas machista atuais são destiladas por grandes especialistas, espantem-se: em sua maioria mulheres. Agentes secretos masculinos, treinadas a orientarem as demais neste mundo dos homens. E para tal, não esqueçam de conquistar e segurar o seu homem com um banho romântico, um ofurô!

Toda mulher deve saber usar a arte do cabelo solto, do cabelo preso, do rabo de cavalo, caso contrário, serão vistas como fracassadas. Devem saber passar as mãos no cabelo (Ah! Eu odeio cabelo de chapinha), e devem saber toda a mística do cabelo. Triste regra para aquelas que tem cabelos enroladinhos.

Por mais moderno que seja o mundo atual, por mais que estejamos no inicio do século vinte e um, o mundo continua sendo machista, e tudo gira em torno do gênero masculino, ainda que toda a revolução feminista tenha avançado, ele só avançou para o lado de reestabelecer a supremacia masculina.

Nem adiantam chorar. Agora, é a vez de relembrar os conselhos daquele outro lá do passado que citei na parte de cima do texto:

1 – Vós, maridos, amai a vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela. (Efésios 5:25)

2 – Assim devem os maridos amar as suas próprias mulheres, como a seus próprios corpos. Quem ama a sua mulher, ama-se a si mesmo. (Efesios 5:28)

3 – Maridos, amai a vossas esposas, e não as trateis com aspereza (Colossenses 3:19)

Observem a profundidade do conselho:

Conselho 1

Reforça o tanto que nós homens devemos amar nossas companheiras: O tanto que Cristo amou a igreja. E Jesus, deu a vida pela igreja. Qual de nós esposos estamos dispostos a doar a sua vida física e ainda mais, correr o risco de não ir ao paraíso por causa de sua esposa?

Conselho 2

Devem amar as esposa do tanto que amam o próprio corpo. Este é um conselho típicamente metrossexual, que parecem amar mais os aspectos físicos do seu corpo do que qualquer coisa deste mundo.

Conselho 3

Reforça o que se pensam ser novidade com as leis modernas da delegacia das mulheres, e que se advogam como sendo uma conquista feminista. Homem algum deve tratar suas esposas, companheiras com asperezas, ridiculariza-la, envergonha-la.

O mundo continua machista, só mudou algumas táticas para que tudo permanecesse como no pasado. E se tem conseguido!

 


Anúncios

8 comentários em “O machismo em gênero

  1. Em base ao exposto, eu formulo minha opinião da seguinte maneira:

    O mundo é, sim, machista!

    Por isso a ingressão da mulher na sociedade ficou ainda mais complicada, portanto, é fácil dizer que as mulheres, na maioria das vezes, se deixou ser submissa ao homem, pois este não se deparou com essa enorme barreira: o machismo.

    Devido a isso, a emancipação da mulher se torna ainda mais gloriosa!

    Olá Mara Ellen.

    1- Fiz a correção que você fez no outro comentário.
    2- As vezes é assim, outras não. Não devemos ser contrários uns aos outros, em especial, em querermos ser superiores seja em genero, número, grau e classe social.

    Homem e Mulher se completam. Nâo há necessidade destas divisões.

  2. Adorei o artigo vc. tem muita razão!
    A mulher não se emancipou, apenas aumentou sua jornada de trabalho!
    Agora tem que se virar em mil! E o mundo continua muito machista!
    Eu senti isto na carne, sempre fui muito liberal em relação ao sexo! Eu fui massacrada e destruida pela sociedade por causa disto! Oq tive que passar! Só Deus sabe, enqto não me mudaram não me fizeram sentir suja, errada e culpada, não sossegaram! Aquela garota alegre e liberal não existe mais!

  3. O x da questão caríssimo Adão é que nos dias de hoje as mulheres também estão sendo muito feministas, entende?
    Eu não tolero e não aguento o papo dos “direitos iguais entre os sexos’, que manè direito igual que nada, eu quero ser diferente do homem, não faço menor questão de ocupar o espaço dele e ser igual a ele.
    😦

  4. Eu gosto de submissao! Desde que seja para crescimento de ambos! Bjs e saudades…o cinema nao aconteceu!

    Eu recebi a noticia… fiquei esperando você, mas não nos esbarramos… se houve oportunidade vá ao cinema.

  5. Em certos momentos, os homens são donos dos seus próprios destinos. (William Shakespeare) Respeitar e Ceder, quando esses dois verbos forem bem utilizados pelos homens, não haverá machismo que se perpetuará entre os séculos e as relações haverão de ser mais saudáveis. Não entanto, não devendo jamais esquecer, que a mulher também é extremamente machista e que sob a sua vigilância cria homens machistas que continuam formando sociedades machistas que se perpetuam pelos séculos.

    Beijos Adão
    Boa semana para ti !!!!!

    O mundo machista gira muito em torno das mulheres

Comentar este texto!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s