Ações da alma Humana · Inteligência e Espirito · Mulheres, Fêmeas, Feminino · Vidas

centésima primeira mulher!


Já passava do meio-dia.

– Maria, quando você terminar de lavar a roupa, lave os prato tá?

– Não, não vou fazer mais nada!

Ninguém imaginava que a frase desta mulher, analfabeta, e reconhecidamenete de juizo fraco, desmiolada, fosse o inicio real e concreto de forma empirica da Ressonância Mórfica.

Apartir deste momento, sendo esta mulher totalmente inapropriada para tal, é ela, por suas características atipicas o modelo, e aquela que deu inicio ao grande movimento.

O evento passou despercebido até a manhã seguinte. Foi necessário apenas uma noite para que todas as outras mulheres do mundo se moldassem a forma e o comportamento iniciado por Maria, a doida!

Todos os “átomos, moléculas, cristais, organelas, células, tecidos, órgãos, organismos, sociedades, ecossistemas, sistemas planetários, sistemas solares, galáxias, todas essas entidades estão associada a um campo mórfico específico” e as mulheres atravéz desta mulher iniciou-se um novo ciclo.

Na manhã seguinte a terra parou. Os serviços de saúde foram paralisados. Os médicos, não receberam as fichas dos pacientes. As enfermeiras não apareceram.

– Ligue para elas! – Ordenou o diretor dos diversos hospitais

– A telefonista não apareceu. Só ela tem a chave. E mesmo assim, só ela sabe usar aquele aparelho.

Os executivos não apareceram em reuniões:

– Onde está minha agenda? – A agenda, senhor, fica gravada no servidor, mas tem uma senha. Só ela sabe! É um segredo.

Os aeroportos estavam paralisados. Não haviam pouso ou decolagem: – O que aconteceu com as comissárias

– Ninguém sabe! Só sabemos que nenhuma delas apareceu!

– Seria um movimento dos sindicatos?

– Não senhor, as mulheres que trabalham também nos guichês não apareceram.

– E porque o aeroporto tá nesta sujeira?

– Porque as mulheres da limpeza não vieram.

– Vou tomar um café!

– Não tem. A copeira não apareceu! Ninguém aqui sabe usar aquela geringonças

E assim se seguiu em todas as classes e setores da sociedade atual e moderna. Com todas as parafernálias, e alto grau de eficiência tecnológica, bastou uma doidinha no nordeste dizer:

– Não! Chega apartir de hoje, vai ser diferente!

E iniciar um novo valor ao campo morfico, que todas as demais mulheres perceberam o poder que se encerra em suas mãos.

O poder de criar, de decidir. Amplos e irrestritos poderes estavam latentes. E bastou a centésima primeira mulher sacudir a poeira e o mundo parou.

No palácio dos governos as ministras não apareceram. As deputadas também não. As Senadoras não deram as caras. As magistradas desapareceram. O mundo estava totalmente paralisado. As atividades essenciais estavam paralisadas.

Não haviam transportes. As instituições pararam. Os escritórios não abriram. Os bancos não funcionaram.

O dinheiro sumiu do mercado. O dolar baixou. As bolsas fecharam. O Petróleo despencou. E os atos terroristas paralisaram. Tudo porque as mulheres resolveram parar.

– Marque uma reunião de emergência

– Disse o presidente de uma super-potência.

– Vai demorar senhor. Pois teremos que arranjar um meio de contactar todos os membros.

– E o que vai acontecer, se elas além de não virem hoje, todas resolverem pedir demissão?

– Senhor, vamos esperar um economista, um jurista e um especialista em politica chegar.

A reunião começou e as noticias não eram boas.

– Se todas resolveram deixar os trabalhos e pedirem demissões, teremos graves problemas. – Avisou o conselheiro presidencial

– De que natureza?

– De todos os tipos, senhor!

– Diga-me um?

– Por exemplo, teremos que pagar seguro desemprego para todas elas. O governo tem como pagar seguro desemprego para todas elas ao mesmo tempo, por seis meses?

– Não! Voce tá é louco!

– Não! É  a verdade! Se elas pedirem domissão!

– E o que mais?

– Os saques do FGTS em massa, abalará sensivelmente os investimento do governo em áreas em que ele utiliza estes recursos.

– A situação é gravissima! Tem como melhorar?

– Não senhor. Só poderá piorar se todas utilizarem estes saques na compra de algum bem, ou contrução, todo este dinheiro que controlavamos vai para o mercado. Haverá muito dinheiro na praça. Assim perderemos o controle no mercado. Nas ações. Nos bancos, que terão muitos recursos.

– É a falência do nosso mundo.

O ciêntista politico resolveu opinar e disse:

– Se elas vão parar de vez, e não querem mesmo mais participar da forma que vinha participando, senhor, informo que nas próximas eleições, haverá pouquissimos votos em sua legenda. Lembre-se que nas últimas eleições, ganhastes as eleições com o apoio feminino. Se elas resolveram parar, é bom preparmos para uma situação politica mais complexa e complicada. …

Em todas as cidades, em todos os estados, provincias, país,  tudo parou. A padaria, o açougue, o mercado, o comércio varejista e atacadista. As multinacionais. As grandes e pequenas empresas. Tudo parou.

O céu estava azul e as mulheres sairam rindo, alegres, felizes, cuidando de suas crias, cuidando de suas unhas e cabelos. Algumas faziam tricô, croché, praticavam a pintura. Elas sentaram no final daquela tarde nas praças e conversavam como se nada estivesse acontecendo. Como se não fosse nada com elas.

Continuaram a ser as criatura de sempre, só que neste dia comum para elas, o terra parou.

Foi assim, que depois de muitas décadas tendo o dia 08 de março como dia internacional da mulher que o mundo percebeu que as mulheres podem parar esse mundo no momento que elas quiserem!

O Raul Seixas estava certo, só errou no gênero que iria parar a terra. Eram as mulheres e não os homens!

Anúncios

11 comentários em “centésima primeira mulher!

  1. É o apocalipse! Bem que eu imaginava que esse negócio de igualdade de direitos nos faria dar mal. Precisamos evitar que esse futuro trágico nos acometa! Vamos começar, agora mesmo, a substituir a mulherada por máquinas e homens!

    Hehehe… zoeira! As mulheres têm o mundo sobre as mãos; elas podem fazer o que quiserem… só que mtas não sabem disso. Ou não SABIAM, pois agora, com este post…

    Abraços o/

    Esse apokalipse ai, é sinonimo de catastrofe?

  2. oi,
    coloquei o filme em avi, e um livro também, otimo!!! freud , lacan e machado de assis, por que coloquei lá?
    sei lá… um desses impulsos virtuais, rsrsrsrs.
    para qualquer video eu uso ffdshow video decoder.

    Beijos

  3. Se as mulheres ou os homens, ou os latinos, ou os negros, ou os cristãos, ou judeus, ou europeus ou sei lá mais quem, pararem, o mundo para.

    Essa idéia foi explorada em um filme em que todos os latinos, legais ou não, da Califórnia (?) sumiam e o estado via tudo colapsar.

    Nunca vi e ou nunca soube desse filme!

  4. Um dia descobriremos o poder que temos, mas não pra parar o mundo, mas pra muda-lo e pra melhor…..

    Beijos

    Se não se tornarem como os homens;
    Se não se transformarem, a semelhança de Hillary e Dilma;
    Pode até ser. Mas, estaremos ainda por aqui?

Comentar este texto!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s