Opinitivo e Pessoal · Relacionamentos, casamentos e contratos · Vidas

O Poder da Mente


Novidade na rede: Vejam o Diário de uma Boneka


Faz algum tempo que entrei em debates com alguns amigos evangélicos quanto ao que aPedro Henrique e Amigos mente, pode fazer no corpo e na vida de todos nós. Conversamos, e alguns até exaltaram-se quando souberam que vejo com olhos diferentes o que para muitos, se trata tão somente de manifestações satânicas.

Minha opinião, é que, não é porque, não consigo explicar, e ou, por ele não conseguir entender que seja uma manifestação do mal. Não! Não é! A mente que temos, é excelente, e complexa. O cérebro é capaz de atividades extras que nós ignoramos.

Na madrugada passada, ocorreu mais um dos fenômenos aqui em casa. O fenômeno, mais uma vez envolveu Pedro Henrique.

Normalmente, e agora mesmo, neste instante, Pedro está ali deitado no tapete da sala, vendo TV, ele não sai para ir ao sanitário sozinho. Ele tem medo, pavor, e diz ver seres ocultos nas trevas.

Algumas vezes, nas madrugadas, já o peguei na sala, ou mesmo tentando sair de casa. O conduzia de volta para a cama. Nalguns casos, apenas o pegava e deitava-o no sofá, e o vigiava. Porém, nesta madrugada, fui deitar as 2:12 (duas horas e 12 minutos da madrugada) depois de ver o episódio de 24H e de ter passado em alguns blogs.

Antes porém, abrir a porta do quarto e olhei-os no quarto. Vi uma muriçoca voando por ali, e abati-a em pleno voo. Apliquei um jato de SBP e fui deitar.

Às 2:36 o célular tocou.

– Alô! quem tá falando
– Adão! Quem é?
– Aonde você tá?
– Estava dormindo. Quem tá falando?
– Gildete! (Minha cunhada)
– O que aconteceu Gildete?
– É que Pedro Henrique tá aqui dizendo que vocês sairam e deixou ele sozinho!
– Pedrinho tá ai?

O coração acelerou! Como é que Pedro já estava lá? Vestir uma camiseta e sair correndo. Kátia ficou em agonia, sem entender nada, só ouvir o grito.

– Adão, o que aconteceu com meu filho?

Como poderia explicar o que não sabia ainda? Apenas corri. Encontrei Pedro, Zé, e Gildete na frente da casa. Pedro estava vestido apenas com uma cuequinha.

O Poder da Mente

Pedro não vai no pátio da frente de nossa casa nem por dinheiro, ou por uma hora adicional de uso no computador. Mas, sonâmbolizando, Pedrinho, levantou-se, e apesar do medo que sente no dia-a-dia, ele conseguiu abrir a porta, passar pelo portão do meio, passou pela oficina escura, abriu o portão da frente e foi andando descalço, nesta madrugada, até a casa da vó. Tentou abrir o portão. Não conseguiu! Voltou.

A Vizinha

Ali na esquina, mora o senhor Mário. Sempre está por aqui convesando com meu sogro. A casa deles tem três pisos, e no último piso mora um filho de seu Mário, conhecemos-o como Quina. A esposa de Quina, ouviu Pedro Henrique conversando com alguém na esquina.

– Não, eu não vou não! Minha mãe é uma mãe boa, e me dá comida na hora que eu quero. Eu não estou com fome! – Ele falava alto.

A esposa de Quina se preocupou. Acordou o marido, e disse que havia uma criança na rua, e que corria perigo, que alguém estava tentando engana-la. Ele levantou-se e correu para ajudar a criança. Quando chegou na rua, Pedro havia caido, e parte do joelho ficou no chão. Ele levantou-se e ia continuando a andar, quando Quina disse:

– É Pedro, o filho de Adão e Kátia!

Neste instante, Pedro acordou! Olhou-o e assustou-se! Quina o tomou nos braços e trouxe para casa. O portão, não se abre por fora, a não ser com a chave. Foi até a casa de minha cunhada, que fica em frente e a acordou. Deixou Pedro com ela. Ela, não sabia o número de meu celular, mas Pedro a informou. Foi então que ela me ligou.

Segundo, apurações, Pedro Henrique, além de está ali, só, andando na madrugada, foi e voltou da casa da vó, e conversava com alguém. A questão é que esse alguém, era ele mesmo. Ele falava com esta pessoa nos seus sonhos. Ele mesmo respondia e para espanto de alguns, com uma voz diferente. Para cada uma das pessoas do sonho havia uma voz diferente. Por isso a esposa de Quina, pensava que ele estava sendo assediado por alguém.

Versão de Pedro

Segundo Pedro, ele foi e voltou da casa da vó acompanhado da tia, e não era noite. Era um dia claro de sol. Era com ela, sua tia, que ele conversava quando foi para lá, mas voltou com um alguém que ele não sabe dizer quem.

Além de não haver ninguém acompanhado-o na madrugada, durante o dia, ouvimos relatos de vários vizinhos que ouviram e admiraram a altura da voz de Pedro na rua, bem como, ficaram espantados em saber que ele estava só e dizem ter ouvido alguém conversar com ele, por isto, ficaram tranquilos.

O irmão de Kátia disse ter ouvido-o conversar com alguém, e disse, que pelo tom da voz ouvida, Pedro estava comigo. Jura ter ouvido a minha voz. Será que em estado alfa, fui lá com ele?

Uns conhecidos, porém, insistem em dizer que ele estava acompanhado de um outro ser. Outros dizem muitas outras coisas sobre o fato.

Converso com meu filho todos os dias, conheço-o e sei o que acontece com ele, pois, isto também acontece comigo. Eu consigo ficar muito tempo acordado. Já aprendi a reconhecer certas realidades e diferenciar alguns eventos que me surgem nos sonhos noturnos e diurnos também.

E meu Pedrinho? Ainda é criança! Ainda não sabe lidar com isto. Aos poucos irei ajuda-lo. Não temo, mas, tenho que cerca-lo com alguns cuidados para evitar alguns perigos. No fim, ele deu-me uma bronca quando eu cheguei para pega-lo:

– Era hora de Painho já tá dormindo? Todos os dias, ele tá lá, hoje, ele não estava!!

Eu aguento tudo isto!!


Novidade na rede: Vejam o Diário de uma Boneka

Anúncios

8 comentários em “O Poder da Mente

  1. Sempre acreditei na mediunidade de seu filho! Mas, é um caminho que somente a familia pode escolher. Não tenho o direito de opinar nesse campo que via a beira de crenças!

    Algumas crianças na minha família são sonâmbulas. E quando eles estão aqui em casa, eu levo um susto daqueles, pois abrem as portas e ficam de cara para a escada. Tenho medo de encontrá-los nas janelas qualquer dia desses.
    Mas acho que o sonambulismo pode ser uma fase! Somente um clínico pode ser mais incisivo nesse assunto !!!

    BEIJOS
    ACHO QUE JÁ ME ATUALIZEI NOS SEUS POSTS NEH???
    AGORA VOU À MINHA LUTA DE ESTUDOS !!!!

  2. Adoro conselhos 🙂 De quantos puder.. Bem, a mente é uma droga 😦 Eu tenho pavor a altura por exemplo. Nao consigo subri em um predio e ja fico imaginando que vou despencar de lá de cima 😦

    Ao menos sabemos que você não vai cair de árvores!

  3. Pois é, a mente humana ainda é um território muito desconhecido pra gente. Mas acho que o caso do Pedrinho não é dos piores, especialistas certamente podem ajudar sem dizer que ele está sob forças do mal. Abraços e tudo de bom pra vocês.

    O problema Murdock, é que alguns especialistas não são diferentes de certos religiosos… he he he eu desconfio deles também

  4. Graças a Deus que ele estava bem …

    Quem é essa Pri? A do Limão, ou a galega? Se for a Galega, tá faltando o blog, ou então começar a colocar os links do Diario de uma Boneka

  5. Adão,
    Eu aprendi a perceber quando vai acontecer, as vezes sou pega desprevinida, mas pelo revirar dele na cama sei que vai levantar mais tarde, então chazinho de erva cidreira, massagem e som de meditação, não sei se depois que eu relaxo ele levanta, mas dorme bem melhor.
    Quando o levei ao primeiro medico, ele receitou um monte de remedios, depois de ler a bula não fui capaz de administrar-los, tive a benção de ter os exames dele analisados por uma professora de neurologia da UERJ, mesmo assim procurei uma terceira opinião e ambos me disseram se tratar de um fenomeno natural que se preferisse devia trata-lo com terapias alternativas.
    O unico perigo disso tudo e como o Pedro mesmo disse: “Todos os dias, ele tá lá, hoje, ele não estava!!” É o que ele precisa saber no momento, que você vai estar lá.

    Beijos

    Acompanho-o desde o nascimento, e sei, os horários que ele costuma acordar. Neste episódio, ele atrasou, e eu pensei que não haveria nenhuma manifestação. Esta noite, ele levantou, e rodou a casa. Andou pela sala. Depois que ele se acalmou, peguei-o no colo, e o levei depois para a cama!

  6. cacete, eu nunca tive contato com esse tipo de problema. Deve ser uma barra pesada cercar tudo com cuidado e segurança.

    Não é a primeira vez. Acompanho-o desde cedo. Ele é inseguro, e não fica sozinho em lugar algum. Nem no período diurno e principalmente o noturno.

  7. Muito interessante esse seu relato. Parece que o guri é medium. Leva pra alguém com mais conhecimento pra te ajudar… me lembrou do 6ºsentido.

    Prezado Ulisses, ele já está sendo acompanhado!

  8. Adão,
    Sei bem como é isto, venho de uma familia de homens sonambulos, via a luta de minha mãe com meu irmão, meu filhos também o são, o mais velho em menor grau, porém so durmo depois do mais novo, chaves e controle do portão escondidos em lugar de impossivel acesso a ele, andar de cima com cadeado em portas e janelas, e por aí vão os cuidados.
    Ele já acordou no meio da madrugada no quintal, eu ouvia seu choro mais não sabia onde estava, foi desesperador.
    Mas a mente humana tem um poder incrivel, esse que é o mais sonambulo so falou com quase tres anos, um dia o ouvimos falar enquanto dormia, começamos a prestar a atenção e tudo que ele não falava durante o dia, falava dormindo, passei a conversar com ele enquanto dormia, o tirei da fono (custava horrores), um belo dia acordou falando e não parou mais.

    Nunca permita que seu filho ouça a opinião dos evangelicos, não tem nada de satanico, ele acreditar nisso, aí sem terá problemas, você está certo, ele é so uma criança, aos poucos vai saber lidar com isso, se bem que meu irmão com quase 20 anos saiu de casa com o travesseiro na cabeça e haja força pra fazer 1,90 de homem voltar pra cama, a solução foi segui-lo, nesse dia foi festa pra mim, rsrsrsrsrsrs, até hoje rimos disso.

    Nossa mente é capaz de feitos que se nossa consciencia tomasse conhecimento, ficariamos assustados por acreditar que é sobrenatural, acredito que por isso o desconhecimento. Tem um filme muito bom que fala sobre o poder da mente, “Quem somos nós”, confesso que não vi tudo, me deu uma certa perturbação, estou revendo aos poucos.

    Beijos

    Essa situação é mais comum do que se pensa. Escrevo os relatos de Pedro, e procuro sempre trocar informações com outros pais, e com outras crenças. Tenho minhas idéias sobre o assunto e a situação que envolve Pedro. Minha situação, é mais grave do que a de Pedro. Vou procurar o filme nas locadoras!!

Comentar este texto!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s