Ações da alma Humana · Opinitivo e Pessoal · Reconhecimento · Relacionamentos, casamentos e contratos

Minhas paixões passadas! Será?


Era um dia qualquer. Não sei se feriado, fim de semana, se no meio de semana. Eu sei que estava no quintal com uma machadinha, e treinava atirando-a contra um coqueiro, entre os outros que havia ali.

Numa destas atirada de machadinha, ela passou pelo coqueiro, atravessou a ripas da cerca, e foi cair lá do outro lado, na casa do vizinho e inimigo de meu pai. (Os dois, havia se estranhado, e partiram para a briga, com facas, facões, e revolveres, depois que o vizinho chamou minha mãe de descarada, e vagabunda.)

Agora que a machadinha estava lá, eu não poderia ir lá pegar.

Fiquei, rodando a cerca. Ia pra lá e pra cá, imaginando uma maneira de pegar a machadinha. Nesta agonia de ter a machadinha de volta, me surge pela porta da cozinha, uma menina. Linda, linda. Ou meus olhos me enganaram.

Olhei-a de alto a baixo, e mesmo assim, quase sem folego, chamei-lhe e disse:

– Por favor, pegue esta machadinha para mim! – Nunca tinha sido tão educado, polido, gentil, e sobretudo, nem sabia, que eu sabia ser daquela maneira.

Ela pegou e trouxe-a para mim.

Desejei tocar-lhe as mãos. Ela entregou-me e rapidamente, entrou na porta, e desapareceu.

Imediatamente, a brincadeira perdeu a graça. Agora eu queria saber quem era ela. De onde vinha. O que fazia. O nome. A idade. A cor preferida. O nome do pai, da mãe, dos irmãos, a ascendência toda. Queria saber tudo sobre ela.

Naquela mesma semana, soube que era Leninha. Só isso!

Só Leninha, e até hoje, não sei se Leninha, era diminutivo de Helena, ou outro nome qualquer. Só sei que era Leninha. Descobri sua rua. Ela morava na Rua R 18. Na rua de D. Stela. E era vizinha da casa de Jaime, o caolho, de Miguel o neguinho. E logo, logo estas pessoas se tornaram os meus melhores amigos, e não saia de lá.

Eu ficava lá o tempo todo. Jogavamos bola, iamos para o rio, mas tinha que voltar no momento em que ela passava de volta do trabalho. Era jovem, mas trabalhava. Naquela época, não tinha esse negócio de trabalho infantil, todos tinhamos que se virar cedo.

Me apaixonei, e ninguém me ajudou. Ninguém me ensinou como lidar com este sentimento. Ninguém me auxiliou, na aproximação.

E quase ninguém ficou sabendo deste meu sentimento. Uns poucos, muito próximo descobriram, e então, todas a vezes que ela passava, meu coração disparava, e a cambada gritava, uivava, assobiava.

Depois dela, foi Edna. Veio Cida, essa foi fantastica. Vanessa, a grande professora! Com esta aprendi a domar minhas paixões e sentimentos, mas ela me massacrou, humilhou, destruiu-me, a semelhança do Rambo, nos cinemas da época. Como já relatei aqui.

Zenaide, a catastrofe geral. O desejo incontrolável de estar com ela, fiz-a perder de ano. Foi prejudicada por um ato impensado de minha parte. Lamento Naide! Entrei na sala numa tentativa louca de fazer a prova dela, só porque estava poucos minutos atrasadas.

Houve outras paixões. Mas prefiro escrever um capitulo, para cada uma das que não citei aqui, em especial Hortência, que ainda povoa meus pensamentos, e vez ou outra, me pego pronunciando seu nome, e pensando nela.

“Viver, e não ter vergonha de ser feliz, cantar, cantar, e cantar,… É a vida, é a vida, é a vida”


Anúncios

13 comentários em “Minhas paixões passadas! Será?

  1. Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh assim não fortalece, tá ligado? Da proxima vez serão travessões.
    kkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Beijocas amore
    boa semana
    Depois a gente conversa via outros cantos.

  2. HUMMM… TANTA PAIXÃO K VAI POR AÍ 🙂 eu nunca beijei nem na boca só na cara messmo e beijo de lingua 🙂 isso existe mesmo? 🙂 🙂 bom se quiseres vir ler no meu blog o ultimo poema vêm e depois me diz se achas k estou falando serio ou mentira 🙂
    ., . – . – , _ , .
    .) ` – . .> ‘ `(
    / . . . .`\ . . \
    |. . . . . |. . .|
    . \ . . . ./ . ./
    .. `=(\ /.=`
    …. `-;`.-‘
    ……`)( … ,
    ……. || _.-‘|
    ……..|| \_,/
    ……..|| .*´¨)
    ¸.•´¸.•*… ¸.•*¨)
    (¸.•´ (¸.•` *
    *´¨) мιℓ вєιנoѕ♥*♥
    ¸.•´¸.•*… ¸.•*¨)
    (¸.•´ (¸.•` **♥*♥
    carla granja
    bjo e bjo e bjo 🙂

  3. Eu tinha que ler sobre isso hoje?????
    “Paixão antiga sempre mexe com a gente,
    é tão dificil esquecer…..”
    Hoje estou sonolenta, mas amanhã tem post sobre o assunto.
    Bjs

    Tinha!!! Já teremos post alongando o assunt… ha ha … amanhã estarei lá!!!

  4. É por isso que eu canto e quando posso, danço. Risos. Grata pelas visitas!

    Eu só não danço, não mais… á ultima vez que dancei, foi quando Michae Jackson fez sucesso!
    Quanto as visitas, voce mereceu cada uma… e vai escrevendo que nós vamos lendo!!

  5. Amigo, não sei se choro ou sorrio, sua vida parece com a minha mudando alguns nomes. Sinceramente a história da machadinha parece Romeu e Julieta, massa!

    To com os olhos lagrimando… ops! Pega mal.

    Abraços

    obs: Não sei quem é mais paranóico por isso aqui [Blog] se você que comenta as 2 da manha no meu blog, ou eu que ainda venho responder…cruzes!

    Grato Pablo por encontrar semelhanças com o grande William no Romeu e Julieta
    Quanto ao fato d’eu estar de madrugada, é normal para mim!! Quer viver mais, durma pouco

  6. Ihh, ja amei tanto assim!!
    Mas estou me proibindo, note, me proibindo, falar de amor que remete a outras coisas…hehehehe..entendeu neh?
    Bjocas.
    E linda historia!!

    Ôhhhhhhhhhhhhhhhhhh! Proibir pra quê? Pra terra comer???
    “Ninguém é feliz tendo amado só uma vez”

    Obrigado por achar que é linda….

  7. Vou te responder por e-mail. vc sabe que por lá não teço comentários. Mas para não lhe deixar muito curioso: a parada é puramente musical – tá ligado?

    Pode apagar aqui o coment para não destoar de teu post.

    + beijos

    ha ha ha, e voce acha que vou excluir essa prova textual? ha ha ha, além do mais, crio um vinculo emocional com cada um dos comentários… esse por exemplo, é o quincentéssimo septuagégimo nono comentário, que recebo aqui… é muita emoção!!! Aguardando o e-mail!!!

  8. E eu digo: ainda povoa meus pensamentos e me inspira em versos. Ahhhh versos, tão tolos e ridiculos versos; que de tão singelos fazem chorar quem nunca soube amar com o sossego que somente o amor pode dar.

    “…a beleza de ser um eterno aprendiz…” (para mim é a frase mais linda da música)

    e poucos sabem ou saberão serem eternos aprendizes, não é mesmo Dandãossíssimo? rsrsrs … como é gostoso essa simplicidade da vida. Eita vida boa!

    Mas que lindo o que escrevestes…hoje não entraremos em último grau recursal. Estamos em extase.

    ….. agora me diga: 1 pontinho é sacanagem tua, é muita sacanagem brother, foi tipo assim: bizarro 🙂 – “nós é pobre mas nós se diverte”. 🙂

    Beijos queridissimo e bom final de semana.
    Namastê

    Só vou comentar sobre o pontinho: Um amigo de faculdade, o Gilberto, torcedor do BotaFogo, natural do RJ, dizia que era horrivel permitir intimidade a mim, – voce é muito detalhista, chega a ser chato!!! – dizia ele, mas fiz mesmo de sacanagem… fiquei imaginando sua reação, ouvi sua voz e sua risada e dizendo: Caraca, que sacana!!!

Comentar este texto!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s