Ações da alma Humana · Inteligência e Espirito · Lembranças e Nostalgias

Por qual ideologia lutarei?


Lendo o novo Blog de Beth (Curvas e Bifurcações), encontrei um texto dela sobre Ideologia. Lembrei-me que havia escrito alguma coisa sobre ideologia.

A data foi 29/06/2005 às 11:59:01 no antigo blog, onde tenho mais de 300 textos que tenho a maior preguiça de tentar recuperar.

“Ideologia, eu quero uma pra eu viver” – Cantava Cazuza, no auge do sucesso, e ao fim da vida.  Hoje temos tantas ideologias, tantas novas idéias, novas lutas, novas guerras que pra qualquer lado que virarmos, temos armas e material de combustão suficiente para vários anos.

Você pode ingressar em qualquer exercito destes que existem por ai, que estará lutando pela verdade, pela justiça, pelos direitos corretos. Mas em qual movimento me alistarei?

Anti-globalização.

Você pode se alistar nestes movimentos contrários a globalização, e defender sabe-se lá o quê contrária a globalização. Remar contra a maré, a imposição capitalista, das grandes, onipresentes, onipotentes multinacionais, que assolapam os pequenos mercados, sem trazer nenhum beneficio as massas, subjugadas aos pequenos salários.

Os Movimentos Diversos dos sem-nada.

Pode se alistar nos movimentos dos sem tetos, dos sem-terras, dos sem dinheiro, dos sem-bancos, dos sem-computador. Afinal, bastará você não ter o que se “precisa ter” para fundar um movimento desses ai. Você poderá fazer parte das lutas dos agricultores, dos que cobram investimento no campo, bem como poderá fazer parte de outros movimentos, internos, nestes mesmos movimentos.

Movimentos Religiosos.

Os movimentos religiosos, que pregam o evangelho, que vivem migrando, e indo paras nações não alcançadas, nos paises mais distantes, que nunca ouviram falar de Jesus, aos estrangeiros além-mar, no continente miséravel, Africano, no populoso continente asiatico, há sempre uma grande multidão, sedenta por uma palavra cristã, e a luta contra o pecado é ferrenha, díficil e invisivel. Lutar contra as forças do mal, e vencer-los com o amor, e com o bem.

Contra a imprensa massificadora

Principalmente contra a Rede Globo, no Brasil, a CNN, a GNT, a Bandeirantes, e toda e qualquer tipo de impressa massificadora. Levantar seu estandarte, e denunciar os erros, as tendências, e tudo mais que a impressa, maluca, deturpadora, tendenciosa faz para ficar com um naco do poder.

Lutar contra a politica corrupta

Essa, está no auge, fazer movimento estudandis, movimentos de lideres de bairro, e depois de acabar com os corruptos no poder, e depois de passar por anos de luta contra a corrupção, chegar finalmente lá, onde estavam aqueles que outrora você combatia, e descobri, que ao longo da sua carreira vitoriosa, só foi possivel, fazendo os mesmos tipos de conseções que seus antigos desafetos praticavam.

Lutar contra a politica econômica do FMI

Há muito tempo, não ouço falarem da dívida externa do Brasil, mas quando jovem, e estudando, era o papo da intelectualidade era debater sobre as grandes somas que o Brasil devia ao exterior, e que alguns políticos, e alguns partidos eram contra, mas que nada fazia para acabar com a dívida e que os filhos, (no caso eu) e os netos, (no caso, meus filhos) sofreriam muito para pagar. A luta continua.

Luta contra o Macdonald e a obesidade.

Há quem goste de lutar contra empresas multinacionais, ou nacionais gigantes. Então abrace a causa contre o MacDonalds, a Globo, a Esso, Protect & Gambe, a Bombril, a Ambev.

… a lista é enorme… ache a sua, e lute! Eu creio que perca de tempo, qualquer uma delas… e cada qual pensa que tais lutas representa toda a extensão da justiça, da verdade, da integridade, da etica, da moral e da vida.

Eu simplesmente prefiro, viver pacatamente a vida que tenho, e não me envolver em luta alguma, esta será  minha ideologia, esta será minha bandeira: quem quiser que se aliste.

Originalmente este texto teve 354 visitas e nenhum comentário.


Anúncios

4 comentários em “Por qual ideologia lutarei?

  1. Martin Luther King disse que o homem que não encontrou um objetivo pelo qual está disposto a morrer, não está pronto para viver… Diz isso pros homens-bomba…
    Ando meio cansado desses revoltados de butique.

  2. “Nao sei separar os fatos de mim,
    E daí a dificuldade de qualquer precisao,
    quando penso no passado”

    Clarice Lispector…

    BJSSSSSS

    Julie:

    Toda nossa ciência, comparada com a realidade, é primitiva e infantil… é no entanto a coisa mais preciosa que temos.
    Albert Einstein
    (1879-1955)

  3. Meu amor ….. um simples saber votar e acompanhar o trabalho que o seu candidato desenvolve durante os anos em que ele passa no legislativo ou no executivo já é um grande passo. Ou se não quiser ter tanto trabalho…hummm…que tal ter uma participação mais efetiva na Associação de Moradores do seu bairro?

    Uma vez eu falei para os organizadores daquele protesto de cruzes em Copacabana: Não adianta ficar cruzes na praia mais famosa do mundo e tão somente na praia mais famosa do mundo. Adiantaria muito mais ficar cruzes nas praças centrais de todos os bairros.

    É mais fácil colocar a semente no vaso do que plantá-la em um canteiro, pois o vaso requer menos cuidado, menos trabalho.

    Entendeu?

    Beijinhos meu querido…..

    1 – Saber votar… Eu sei. Tu sabes. Eles sabem??? Por aqui querida, espalharam um tal de: “Eu não vou perder meu voto!”, com aquela idéia de quem é eleito, é o vitorioso. Se assim fosse, eu nunca GANHEI um voto.

    2 – Acompanhar o trabalho. Missão impossível!!!

    Sua critica faz eco por aqui. Kátia é uma das que critica este tipo de atitude. Ações como esta que voce propoe é legal. Os bairros se fortalecerem.

  4. Oi Adão …….
    Hoje virei notivoga ….. esse horário de verão acaba comigo e minhas noites bem dormidas.

    Eu fiquei curiosa com sua estatistica e fui lá xeretar a minha em relação aos textos que falavam de ideologias…hehehehehe.

    Considerando que o blog é meio intimista e não tem um mês de vida e já está com um número bem considerável e assustador de clicadores. Bem, posso te dizer que: cada um tem a ideologia que quer ter ou que se permite ter.

    “Quem sabe faz a hora, não espera acontecer” (Geraldo Vandré)

    Resumindo: se ficar o bicho pega, se correr o bicho come.

    beijinhos Adão

    Vez ou outra olho os números querida. Eles vez ou outra revela algo. A minha ideologia é viver. No dia do juizo ainda debater com o julgador por minha inocencia é claro! O ontem acabou. Amanhã não existe e eu tenho muito pra fazer num dia só!

Comentar este texto!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s