Vidas

de belo a besta.


Normalmente deixo passar algum tempo para escrever algumas experiências, entretanto, esta vou narrar hoje, porque ainda tá fresquinha. Ocorreu ontem.

Estava atendendo uma empresa que negocia uns planos de assistencia familar. Dessas em que os associados pagam uma taxa mensal, e tem descontos para diversas coisas necessárias tais como: muletas, cadeiras de rodas, próteses. Sendo que o principal atrativo destes planos aqui na cidade é que os associados tem direito a quando morrerem ter um caixão inteiramente pago, quitado pelo plano. Tem carência hein!

Estava atrás do balcão trabalhando nos PC quando observo uma das funcionárias cutuca a outro por baixo do balcão. Quando esta olha, ela faz aceno para a entrada da loja, por onde adentra um jovem. Moreno alto. Cabelos curtos e negros. Rosto bem desenhados e fazendo um belo conjunto harmonico, e como resultado, destas combinações e das diversas proporções não havia como dizer: “que homem bonito!” As duas suspiraram, antes dele chegar ao balcão.

A diferença de idades entre as duas pode ser assim definida: A mais velha tem idade para ser mãe da mais nova, e esta mais velha, foi quem chamou a atenção da mais nova para aquele legitimo descendente Apolo, o deus grego, que representa a idealização grega sobre a perfeição e a beleza.

– Por favor, vim buscar uma cadeira de rodas para o Sr. Manuel, lá de Barra do Mendes. Ele já ligou, e já deixou tudo acertado.

– Sim! eu tô sabendo! – Disse a senhora. – Deixa que eu resolvo isto!

E saiu com o rapaz.

Não demorou cinco minutos e ela entra com cara de indignação e frustrada, desastra:

– O que tem de bonito tem em dobro de idiotice, e também é muito burro! Ai! meu Deus! – Exclamou com um profundo suspiro, como um gêmido alto e angustiante.

– O que aconteceu criatura? – Perguntou a outra, interessada e rindo!

Imagine que aquele sujeito – Começou ela – quando eu entreguei a cadeira de rodas, ele pensou que a cadaeira tivesse um embrulho. E isso não foi o pior. Pior foi ele dizer: Será que as pessoas vão pensar que esta cadeira é para mim? Será que não vão pensar que eu estou doente?

Olha que pensamento idiota! – disse ela, se referindo ao fato dele tá levando a cadeira e preocupado com a possibilidade das pessoas pensarem que a cadeira seria para ele. Como é que a cadeira poderia ser para ele?

Continuou ela dizendo:

E daí, que as pessoas pensam de você, isto te incomoda? Fique sabendo que as vezes, você nem faz parte dos pensamentos das pessoas, e é justamente, quando você precisa que eles pense. Noutras quando você não quer e nem precisa, é quando as pessoas mais falam de você.  Agora – continuou ela – eu penso que você não deve se preocupar com o que as pessoas pensam de você, não!

E o sujeito continuou insistindo.

– É que eu não queria que as pessoas pensasse que eu fosse um aleijado.

– E o que tem de errado usar cadeiras de rodas, seja por um período determinado ou que seja de uso permanete? O que você tem contra as pessoas que usam cadeira de rodas? Desde quando usar cadeiras de rodas significa que você não tem caráter? O que você vê de errado nas pessoas que usam cadeiras de rodas?

– Nada, não!

O carinha tava com vergonha de levar uma cadeira de rodas porque as pessoas poderiam pensar que é para ele. E o pior, ele revelou de uma forma direta, haver preconceito, e uma tendência a não aceitar pessoas portadoras de certas deficiências, o que deixou aquela mulher furiosa…

De belo a besta fera num breve instante.

Elas terminaram a tarde assim se expressando:

– Tão bonito e tão idiota! Que pena!


Anúncios

12 comentários em “de belo a besta.

  1. Anuncio do tempo da minha mãe… Por fora, bela viola. Por dentro, pão bolorento… E daqueles que tem que ficar calados, pra não estragar o encanto…

    Sabida sua mãe, sua vovó que deve ter ensinado à ela,
    e você também que aprendeu.

  2. Dandão??? Tá assim eh??

    Não conheço a história e procurei-a no Google, mas não achei. Manda para por e-mail ??

    beijos e fica com Deus

    PS: Não há tu, nem vós e muito menos eu, apenas, amigos musos e suas deixas inspiradoras.

    O que foi??? (Risos tímidos!!!)
    Tá assim e mais ainda pra melhorar.!! (Afirmação desavergonhada)

    Quanto a história, vou digitar do velho livro que tenho
    e te envio,… pode cobrar.

  3. É melhor elas irem se acostumando que o melhor mesmo somos nós, feios!!!
    Hahahahahah!
    Abração!

    Mas tem uns feinho que envergonha a classe…
    Feinho até que se dá um jeito,
    mas feinho, burro, ignorante e
    insensivel…

    O cara então é um amaldiçoado

  4. Adão:

    Passei lá no blog do Vinicios
    e li o teu comentário(Risos…)
    Quanto a tua postagem:
    Eu nunca vi ninguém embrulhar
    uma cadeira de rodas.
    Já pensou se ele pedisse
    para embrulhar para presente?
    (Risos…)

    Beijo.

    Juli, eu te garanto que se tivesse pedido,
    teria ficado melhor…

  5. Melhor é ser como eu, mesmo. Não um bonitão (mas qdo me produzo e talz até dá pra arrancar uns suspiros da mulherada), nem um crânio (mas, qdo estudo pra valer, td mundo me acha o maior fodão)… apenas um cara normal. Não alimento grandes expectativas a ninguém.

    Agora, sendo lindão ou não (eu o acharia feio do mesmo jeito), é preciso um mínimo de noção, né mesmo? Coisa q o maluco da história DEFINITIVAMENTE não tem! Putz!!! Embrulhar uma cadeira de rodas?!?!?!?!? Nunca vi coisa mais bizarra! huahuahauahauahauahaua

    Ri mto com essa postagem, sobretudo com o pedaço da esse pedaço da “ele pensou que a cadeira tivesse um embrulho”… huahauahauahau

    Agora, o lance das senhoritas todas interessadinhas e avançadinhas foi engraçado tbm. Bem feito pra elas! Aprendem a não ficar achando q o cara é o maior fodão só por ser bonitão…

    Abraços o/

    A sua semelhança MutuMutuM, eu também prefiro assim.
    E li nalgum lugar uma frase atribuida a mulheres que dizia assim:

    Prefiro um homem feinho comigo
    do que dois bonitos se beijando.

  6. Ai, Adão!
    Vc me fez rir.
    Adorei!!!

    O problema não é ser bonito e sim ter cérebro. rs

    Nossa este seu texto foi mil!!! rsrsrsrs

    Ah! Vou pensar no seu caso.
    Agora a Paola tá solteira. rsrsrsrs

    Bjusssss,

    P.

    P:
    O sorriso de uma mulher nalguns paises,
    é chamado de “sorriso da tentação”, e nalgumas
    partes como “sorriso do diabo”,
    em todos casos, eu gostei da tentação,
    e gosto destes “diabos”… farei de tudo
    para conseguir mais…

    ha ha ha ha

  7. Pois é Adão, em minutos o belo virou fera e ainda por cima inseguro e cheio de preconceitos … querido obrigada pelo apoio a Blogagem Coletiva… bjs

    Em breves momentos Veri, ocorrem grandes revoluções,
    e muitas transformações acontecem.
    A alma e o espirito dele, matou a beleza corporea

  8. Infelizmente o Diabo andou mexendo na lata de lixo de Deus e, com o que sobrou da Mulher, criou o Homem…hahahahaha…

    Dandao, achei a historia sem açao, mas com muito conteudo psicologico. Fiquei espremendo a cabeça pra ver se saia uma estória (Dom Quixote, Homero, Darth Vader, Rei Arthur) pra tentar descrever um trechinho desse tipo de atitudes grotescas. Mas, literalmente, acho tudo isso normalissimo. Tudo nessa vida esta em construçao. Uns terao mais chance de construir sus castelos, outros ficarao nas mesmices das regras imutaveis…

    “Nao penseis que vim abolir as leis” . Mateus 5:17

    Dandao, gosto tanto de seus textos…

    PS: Dei um enter aqui e acabei enviando a primeira parte. Bjsss

    Nas diversas mitologias, a mulher sempre aparece depois do homem… ha ha ha
    Eu juntei seus dois comentários num só.
    Eu também amo os seus textos,
    Só terei que dedicar-me mais os comentários

  9. Pois é Adão
    Acontece !!! Mas porque será que tanto se enaltece a beleza? Afinal, o que é belo? O que é feio? O que nada acrescenta? Ou o que tudo acrescenta? Ao final, meu docilissimo Adão, apenas a alma importa. Mas o que é alma??

    Bjs

    É uma exigência humana, apesar dos padrões serem diferentes para povos diferentes.
    Quanto a Alma, eu creio no seguinte:

    Corpo = Matéria;
    Alma = Emoções;
    Espirito = Razão.

    Nada de um ser aprisonado dentro de mim. Sou um todo.
    Isto para mim é alma: emoções do tipo amor/ódio, alegria/tristeza, etc.

    PS 1: Ihhhhhhh congelou !! Nem de longe acertou !!! hahahahahaha ……. Tá friooooooooo !!! O que é Dom Quixote para vc?

    Eu disse o que? Ele é Devorante… maravilhoso texto.
    Dom Quixote, um personagem de M. Servantes? ha ha ha ha

    PS 2: Foi-se o tempo que as nuvens tinham rostos e formas. Elas têm nomes e dão sinais. Mas sabe que hoje, enquanto aguardava meu instrutor, olhei para as nuvens e fiquei vendo figuras nelas? Ehhhhh Adão, no fundo, sabemos que nuvens são mais que condensação, elas são sonhos de algodão.

    Conhece a história: Há nuvens no céu de Córdova?
    Se puder, leia-a e você conhecerá um pouco mais sobre as nuvens
    e o que elas dizem.

  10. Pois é, Adão, isso só reforça a teoria: não se compra produto pela embalagem. Já discuti muito sobre isso lá no blogue, mas a beleza é só uma parte da pessoa. A parte maior, se esconde dentro dos pensamentos e sentimentos dessa pessoa. E infelizmente só conseguimos enxergar a parte exterior.

    Grande abraço!

    É parte da verdade sim Fábio.
    Eu também já comentei aqui sobre
    os tipos de beleza, depois te indico um link
    para o texto… isto é se eu lembrar
    e se vocè me cobrar.. he he he

Comentar este texto!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s