Participação, informação, comunicação · Relacionamentos, casamentos e contratos

Tag: O que eu aprendi com o meu Blog


Recebi hoje, 04/09/2007 do Fábio Centenaro, com grata surpresa, a solicitação de escrever sobre O que eu aprendi com o meu Blog. O Fábio Centenaro recebeu a tarefa do Mário Yanase do Blog Supra Sumo, que é o idealizador da tag.

Para mim, a grata surpresa, é estar na lista inicial desta tag, e como diz, Mário Yanase, eu também prefiro chamar de “meme”, mas, porém, contudo, todavia e no entanto, já que é tag, que tag seja, e agradeço ao Fábio tal privilégio, e ressalto o fato de termos estes dois itens em comum: blogar e informática.

O que aprendi com o meu blog?

Deixa eu pensar por onde começo. … hum hum hum… Supletivo! Supletivo… posso começar dizendo que com o meu blog aprendi a valorizar as pessoas, dar a devida importância as pessoas, apesar da distância.

Algo que me perturbou no inicio da guerra do golfo, quando os aliados, invadiram o Iraque, para acabar com a invasão do Kwait, foi que naquela época, eu simplesmente, disse: “Ainda bem que é lá e não aqui!” e recebi a censura do professor que assim me disse:

– Infelizmente Adão, a distância nos torna insensiveis, mas você poderia mesmo à distância, se importar com os seus semelhantes.

Meu blog me ensinou isto. A dar importância apesar de haver distância. Me ensinou a encurtar distância e a pensar nas pessoas. Além de que tem me auxiliado nas aulas de geografia.  

Quando escrevo aqui, penso nas pessoas que estão noutros lugares; cidades que nem sei onde ficam, – seja no território brasileiro ou “nos estrangeiros” –  e que tenho que ir ao Google Maps  para ver a localização. As vezes vou no site do IBGE procurar informações sobre esta ou aquela cidade, só para saber onde tal pessoa mora.

Meu blog me ensinou a pensar nas pessoas reais, que deixam recados e comentários reais, porém, usando meios eletrônicos, aqui neste mundo virtual, tão real quanto onde vivo.

Tenho meus preconceitos. E o meu blog me ensinou a aceitar a diversidade, porém, meu blog reafirmou em mim, a desconfiança de certas “diferenças”, que querem que eu aceite. Eu sou diferente; você é diferente. Eu aceito esta e outras diferenças, que fazem parte do que se chamam de diversidade.

Cabe a mim, aprender a encontrar um elemento de união em tantos elementos diversos, porém,  não aceitam algumas de minhas diferenças, e assim, impossibilitado de mudar a opinião, ou opção alheia, aprendi a conviver com as opiniões contrárias, aprendir a conviver com a diversidade e com as diferenças, ainda que, não aceitem as minhas.

Tenho muito para escrever, mas e você terá tempo de ler? Pois, aprendi isto também. Se eu tivesse com um microfone falando com uma platéia, certamente, saberia a hora de parar, no entanto, tive que aprender a conter-me no momento de escrever. Mas, ainda falta chamar outros a escrever sobre o tema e vou chamar amigos abaixo listados:

1 –  Rafael Filos do Porão da Alma, que é um poeta, um filosofo, uma pessoa enfim, que pode sim descrever, o que o blog tem ensinado, e o que ele tem aprendido.

2 – Sara Rubia de Os Pensamentos de Eu e Ela, que parece que me esqueceu, mas eu aprendi a ser insistente, e sei que quando um não quer o outro insiste, persiste e não desiste.

3 – Vinicius do Morando Sozinho, que é Guitarrista do Garagem69 e também um são paulino, a minha semelhança.

4 – Veridiana do 30 & Alguns, que foi a penultima a me indicar para uma participação, ao menos, é o que me lembro.

5 – Luciana Monte do Dia de Folga, que foi, uma das primeiras pessoas que eu me inspirei quando resolvi mudar o foco do meu blog. Uma pessoa – penso eu –  que certamente tem o que escrever sobre o assunto, então Lu, espero sua participação.

Há outros amigos e amigas que gostaria de perguntar o que você aprendeu com o seu blog, se você pensar que eu pensei em você, e desejar responder, pode escrever dizendo que fui eu quem indiquei, pois, alguns não citei, porque sei da situação em que tem estado.


Anúncios

13 comentários em “Tag: O que eu aprendi com o meu Blog

  1. Hmmmm… vai demorar um pouco, mas vou responder e mando um trackback quando o fizer.

    Minha querida:
    estou amando, digo, estou a mando…
    Vosso servo: Adão Braga

  2. A verdade é bem essa.
    tem bonitinho por aí q só tem beleza. Além de não ter inteligencia, nem capacidade moral pra discernir o q seria vergonha o individuo tem. Paciência né?

    Passei por aqui agora q não sou mais uma completa incógnita! As pererecas estão esperando sua visita, hein?

    Hoje tem post meu lá! Fora q as perequinhas adoram gente nova no brejo!

    Passa lá..
    E olha:
    Everything here RULES! Teu blog é show!

    Minha querida… eu já fui.. eu já li, e estamos no mesmo barco.
    A nossa situação tem muito em comum… depois te conto.
    Mulher não pede, mulher manda em mim.

  3. Meu amigo,
    Quando for procurar no mapa, Cuiabá fica no Mato Grosso, tá. Centro da América do Sul!
    Um abraço!

    Pois eu jurava que você fosse do Piauí!”!!!
    Ainda bem que você me avisou.

    Parte da familia de meu pai mora pra estas bandas!
    ha ha ha ha

  4. Bem sei que andas por céus antes nunca voados.
    Jacobina
    Jacobina
    Jacobina
    ……….. quem sabe!! Não será em Jacobina ??

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    beijos saudosos !

    Marcará uma data?

  5. To sempre passando por aqui, não tenho comentado, tenho andado super ocupada, e te comentar as vezes requer um tempo de reflexão, rsrsrsrs.
    tive uma folguinha e ca estou, é um prazer sua indicação.
    Bjs

    Duas no mesmo dia, quase no mesmo instante, eu não aguento.
    Ô Sara Rubia, já corrigir seu nome. Que bom saber que levo-te a reflexão.
    Seus textos também estão muito bons..
    Muito grato por sua dedicação, e apreço

  6. Sempre teremos tempo para ler os bons
    e vc é um dos poucos bons entre os bons.
    beijos saudosos

    Estou rubro! Fiquei corado!
    Agora que estou de novo, novamente, na ativa me espere que esterei
    tecendo comentários. Não penses que não andei olhando e aprendendo sobre
    nuvens, e seus nomes…

    Beth Voo Livre também é cultura Nem sabia que as nuvens
    tinha estas definições

  7. Puxa!
    Ainda estou devendo a resposta de “como eu escrevo”!
    Na verdade, quem está me devendo tempo pra escrever é o próprio tempo!!!
    Mas responderei positivamente e com muito prazer a esse convite!
    abraços

    Receberemos quando você puder quitar;

    E tempo, Rafael, é um dos poucos recursos
    que todos os vivos compartilham, ou seja,
    todos temos 24 horas no dia, 7 dias na semana,
    30 dias mês, 365 dias ano, compre uma agenda… ha ha ha ha
    Só uma piada…

Comentar este texto!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s