Ações da alma Humana · Opinitivo e Pessoal · Vidas

Quanto custa trabalhar?


– Porque você não deixa ela trabalhar Adão? – É talvez a pergunta que mais tenho que responder, assim direta ou alguma variante do tipo: Ela não trabalha não? – Como que ser gerente administrativa de uma família não fosse trabalho. Principalmente as mulheres acham estranho que neste século que vivemos existam pessoas que ainda prende a mulher em casa, e não a deixa trabalhar, e ou, que existam mulheres que prefiram ficar em casa a sair para o mercado de trabalho.

Já fui rotulado de machista. E rotulam-na de mulher preguisoça, que fica em casa enquanto o marido sai para se matar de trabalhar para satisfazer seus caprichos e pagar suas contas ou como diz a Bíblia: “Ouvi esta palavra, vós, vacas de Basã, que estais no monte de Samária, que oprimis os pobres, que esmagais os necessitados, que dizeis a vossos maridos: Dai cá, e bebamos.” (Profeta Amós, denunciando a maneira como as mulheres antigas manipulavam os maridos, impulsionando-os, muitas vezes a serem corruptos e violentos para satisfazer seus caprichos e vaidades. Amós 4:1)

Bem, pessoal, não é bem assim que funciona por aqui. Eu não decidi que ela não iria trabalhar. Chegamos aqui, por um caminho lógico, planejado e devidamente calculado.

Ela é inteligente, agil, competente, tem pensamentos claros e rápidos. Sabe lidar e resolver diversas situações do dia-a-dia de um comércio. Sabe lidar com clientes. Atende as espectativas. E tudo que lhe chega as mãos ela resolve com eficiência.

  • Porque ela não vai para o mercado de trabalho?
  • Porque ela fica em casa desperdiçando sua carreira profissional?

A resposta é simples: Para as mulheres trabalharem fora é muito mais caro, e em nosso caso, depois de diversos cálculos, chegamos a conclusão, que o salário a percerber, não compensaria. Ficando aberto as possibilidades futuras dela encontrar satisfação salarial e sucesso na carreira profissional.

Quaase ninguém crítica um colega de trabalho que repete a camisa, a calça ou o sapato durante a semana. Porém, nem mesmo, os colegas masculino perdoa uma colega que vai ao trabalho com a mesma saia na mesma semana.

É verdade, que se tem adotados os uniformes para se poderem economizar as roupas do dia-a-dia, entretanto, mesmo assim, as mulheres ainda gastam muito para poderem trabalhar fora.

As mulheres – Não tenho dados cientificos ou de pesquisas para apoiar – gastam muito com sua aparência, e não é apenas por pura vaidade, é uma necessidade mesmo.

Elas gastam com salão, pois, tem que está com unhas, tornozelos, pés e cabelos arrumados. Tem que comprar colônias, perfumes, batons, acessórios e tantos outros itens necessários para o dia-a-dia do trabalho. Assim, se não procurar uma maneira de economia, no fim do mês, o dinheiro não dá para outras coisas além da aparência e a manutenção do próprio trabalho.

Os acessórios custam caro também para as mulheres. Bolsa, cinto, bijouterias, sapato ou sandálias custam caro para mantê-los e tê-los. O pior nem é ter de comprar tais itens, mas saber que em pouco tempo deixará de utilizar.

Quando fomos analisar a questão dela trabalhar, pensamos e colocamos no papel, o quanto teriamos que gastar com o trabalho dela. Conversamos muito sobre o assunto. Afinal, se uma mulher vai trabalhar sentada deve-se pensar na roupa, no tipo de sandálias, no tipo de maquiagem, no tipo de acessórios que terá que ter a disposição.

Se ela vai trabalhar em pé e de saia, e a empresa tem o uniforme, deve-se pensar em lencionhos, meia-calças para as pernas, sandálias ou sapatos. Se vai usar sandálias baixas ou de salto. Se vai usar batons claros ou escuros. Ainda sobre os uniformes, quando são obrigatório, deve se ter mais de uma peça. As empresas não dão muitas peças, aliás, boa parte das empresas cobram pelos uniformes “gentilmente cedidos”.

Eu não conheço nenhuma empresa que tem na folha de pagamento um adicional para a aparência. Você conhece?

Se deve pensar, quando se vai trabalhar, na questão do vil metal, para ele não se tornar a “raiz de todos os males”, caso contrário, é até pior sair para trabalhar, ou como diz por ai, e por aqui: “estou pagando para trabalhar“; Essa foi a nossa situação. Raras foram as vezes que ela saiu, que não pagamos para trabalhar.

Trabalhar fora de casa é caro. E não é só para as mulheres não! Para as mulheres é ainda mais caro! Num mercado de trabalho, onde as mulheres, nem sempre é valorizada, e não existe bonus de boa aparência na folha, muito menos, as empresas pagam por isto, apesar de exigi-los, deve-se pesar e pensar se realmente você ganha o suficiente para trabalhar fora de casa.

Nós trabalhadores temos que pagar por quase tudo que é necessário para se trabalhar; são raros os casos em que a empresa paga uma curso; que a empresa compre livros, apostilas, custeiem um seminário, que pague as despesas que você tem para estar lá todos os dias para trabalhar. Nem o cabelo que cresce durante o expediente eles pagam para cortar.
Depois de avaliarmos a situação, e colocando no papel as vantagens e desvantagens dela trabalhar, chegamos a conclusão que perderiamos mais do que ganhariamos.

certas-mulheres.gif


Anúncios

6 comentários em “Quanto custa trabalhar?

  1. Adão,

    Você tem toda a razão… além disso esquecemos de citar que o mercado de trabalho está cada vez mais competitivo devido as mulheres estarem na disputa. Vemos homens desempregados que não conseguem emprego devido a falta de vagas. Outro fator importante é que a mulher sempe ganha MENOS e com isso as empresas saem no lucro. Antes quando somente o homem trabalhava fora o salário era maior e ele sozinho sustentava a casa muitas vezes…mas hoje vemos que a mulher trabalhando fora resulta em “mão de obra boa e barata”… sem contar que o casal acha que está no lucro, mas não para e pensa que na verdade está ganhando menos, pois com a mulher no lar tomando conta dos filhos e da familia tudo é melhor… não existe babá no mundo que substitua o verdadeiro valor de uma mãe. Nem uma empregada que susbtitua o valor de uma esposa que faça as coisas com amor e carinho… existem coisas que o dinheiro não compra e o amor e harmonia no lar é uma delas.
    O mercado de trabalho está oferecendo o salario cada vez menor devido a concorrencia entre homens e mulheres.

    Nilza,

    Grato por sua opinião, e cade seus link´s???

  2. Sei lá Adão…realmente é uma hipótese. Mas as mulheres da minha geração profissional me mostraram a possibilidade de andar de salto alto, cronogramas na mão e com um filho a tiracolor. E eu acho isso um barato, acho mais a minha cara. Mas realmente tudo se arranja.

    beijos migo

  3. Carola}i{

    Que trabalho gasta muito para se trabalhar? É sobre isto que sua pergunta se refere? Se for, a Paola e a Beth, já respondeu.

    Paola

    Eu aceito!!! Deixa eu primeiro preparar uma segunda casa para você, notificar a primeira esposa, e então, tomaremos as providencias legais…

    ha ha ha

    Beth
    Eu fico sempre observando as colegas de trabalho… elas ralam pra caramba para ter o trabalho, ralam para ter sua renda, e é mesmo muito caro trabalhar.

    Eu por exemplo, para trabalhar da forma que trabalho tenho que ter um veículo, equipamentos de informática, cd´s de configuração, acesso a internet, programas diversos, impressora etc. Quando vamos para a planilha fazer os cálculos parte da renda é para manter a fonte de renda, assim como os trabalhadores gastam para trabalhar sem perceber o tanto que gastam.

    Quanto ao fato de você achar que a rotina de uma doméstica não satisfazer, ou melhor, se você se adequaria a esta realidade, é claro que, enquanto trabalhamos apenas com hipoteses as vezes pensamos que não, porém, quando entramos na situação nem sempre nos damos conta, e já nos ocupamos, é semelhante as mulheres que pensam que não poderão mais trabalhar quando tiverem o primeiro filho, porém, depois tudo se arranja, e a vida continua.

  4. Essa vida de ser profissional não é mole não. Nem sempre os salarios que sao ganhos correspondem as necessidade de uma mulher no campo de trabalho. Como andar bem arrumada ganhando 1 salario minimo??? No inicio de minha vida profissional, fui muito cobrada e sei o quanto é caro atender as exigencias do mercado do trabalho quando se trata de boa aparência.

    Mas não sei se me adequaria a uma vida assim, pois desde muito nova trabalho, produzo e o universo de uma agenda doméstica é pouco para mim. Poderia ter 5 filhos e mesmo assim que estaria seca pela agitação de uma empresa, pela pressão de um chefe, por cronogramas, tabelas, petições, audiências, prazos. E acho que ainda assim seria uma boa mãe e esposa.

    Mas o importante é ter apoio para isso dentro do seu lar. Tenho um casal de amigos que acho fantástico. Ela não trabalha, mas faz EMERJ que a escola de magistratura do RJ. Eles fizeram um acordo. Durante os anos de EMERJ (são 2) ela estuda muito e tenta passar num concurso, enquanto isso ele provê a casa. Depois que ela passar no concurso, será a vez dele de se dedicar aos estudos para a procuradoria federal e ela sustenta a casa. Eu acho um verdadeiro acordo de dois seres que torcem um pelo outro.

    Tudo tem que ser conversado e vc e kátia chegaram num consenso e isso é o que importa.

  5. Adão, quer casar comigo? rsrsrsrs

    Ah! Vc já é casado. Snif!!!

    Brincadeiras a parte, sei muito bem disto. Ser secretária não é mole não.
    Ter que andar toda bonequinha e gastar rios de dinheiro…
    Vejo olhares fulminantes no dia que apareço por aqui de calça jeans.

    Quer saber você está certo mesmo.

    Bjks,
    P.

Comentar este texto!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s