Assuntos Aleatórios

O que as mulheres querem?


Há tempos que venho desejando ter um lugar diferente para postar meus pensamentos, e outras idéias.

No entanto, sempre fiquei indeciso, e temeroso. Um visitante chegou a oferecer um domínio para o  Adão Braga – Conectado! com tudo pago – eu só teria que ocupar-me com o conteúdo – entretanto, recusei amistosamente. Agora, seguindo o pedido de alguém, que vou preferir não revelar, estou começando uma separação de assuntos.

Pretendo deixar o Artigo1 com artigos diversos, e em especial voltado para os downloads, e experiências de informática, e o espaço https://adaobraga.wordpress.com  para assuntos mais soft, pessoais, e outros textos afins. 

Para começar, uma história lendária, que posto-a como uma dica a quem propôs-me a fazer tal divisão.

Lembrando: A história é antiga. Não sei quem a escreveu. Recebi-a faz tempo em meu e-mail. Porém, pode ser que há alguns não a conheça. Ela retrata um fato interessante.

A Lenda

O jovem Rei Arthur foi surpreendido pelo monarca do reino vizinho enquanto caçava furtivamente em um bosque. O Rei poderia tê-lo matado no ato, pois tal era o castigo para quem violasse as leis da propriedade, contudo se comoveu ante a juventude e a simpatia de Arthur e lhe ofereceu a liberdade, desde que no prazo de um ano trouxesse a resposta a uma pergunta difícil.

A pergunta era: – O que realmente as mulheres querem?
Semelhante pergunta deixaria perplexo até ao homem mais sábio, e ao jovem Arthur lhe pareceu impossível de respondê-la. Contudo aquilo era melhor do que a morte, de modo que regressou a seu reino e começou a interrogar as pessoas. À princesa, à rainha, às prostitutas, aos monges aos sábios, ao palhaço da corte, em suma, a todos e ninguém soube dar uma resposta convincente. Porém todos o aconselharam a consultar a velha bruxa, porque somente ela saberia a resposta. O preço seria alto, já que a velha bruxa era famosa em todo o reino pelo exorbitante preço cobrado pelos seus serviços.

Chegou o último dia do ano acordado e Arthur não teve mais remédio senão recorrer à feiticeira. Ela aceitou dar-lhe uma resposta satisfatória, com uma condição, primeiro aceitaria o preço. Ela queria casar-se com Gawain, o cavaleiro mais nobre da távola redonda e o mais íntimo amigo do Rei Arthur!

O jovem Arthur a olhou horrorizado: era feíssima, tinha um só dente, desprendia um fedor que causava náuseas até a um cachorro, fazia ruídos obscenos… nunca havia topado com uma criatura tão repugnante. Se acovardou diante da perspectiva de pedir a um amigo de toda a sua vida para assumir essa carga terrível. Não obstante, ao inteirar-se do pacto proposto, Gawain afirmou que não era um sacrifício excessivo em troca da vida de seu melhor amigo e da preservação da Távola Redonda.

Anunciadas as bodas, a velha bruxa, com sua sabedoria infernal, disse:

– O que realmente as mulheres querem é: Serem soberanas de suas próprias vidas!!!

Todos souberam no mesmo instante que a feiticeira havia dito uma grande verdade e que o jovem Rei Arthur estaria salvo. Assim foi ao ouvir a resposta, o monarca vizinho lhe devolveu a liberdade. Porém, que bodas tristes foram aquelas… toda a corte assistiu e ninguém se sentiu mais desgarrado entre o alivio e a angústia, que o próprio Arthur. Gawain, se mostrou cortês, gentil e respeitoso. A velha bruxa usou de seus piores hábitos, comeu sem usar talheres, emitiu ruídos e um mau cheiro espantoso.

Chegou a noite de núpcias. Quando Gawain, já preparado para ir para a cama aguardava sua esposa, ela apareceu como a mais linda e charmosa mulher que um homem poderia imaginar! Gawain ficou estupefato e lhe perguntou o que havia acontecido. A jovem lhe respondeu com um sorriso doce, que como havia sido cortês com ela, a metade do tempo se apresentaria com aspecto horrível e a outra metade com aspecto de uma linda donzela.

Então ela lhe perguntou qual ele preferiria para o dia e qual para a noite? Que pergunta cruel, … Gawain se apressou em fazer cálculos… Poderia ter uma jovem adorável durante o dia para exibir a seus amigos e a noite na privacidade de seu quarto uma bruxa espantosa ou quem sabe ter de dia uma bruxa e a uma jovem linda nos momentos íntimos de sua vida conjugal.

1 – O que você prefereria?

2 – O que você escolheria?

3 – O Gawain escolheu?

As mulheres poderão saber a resposta, porém aos meninos que não conhece a resposta, e não chegou a uma conclusão satisfatória, pergunte-me, ou procure a resposta no google.

Anúncios

4 comentários em “O que as mulheres querem?

  1. Se o que as mulheres querem é serem soberanas de suas próprias vidas e a bruxa é uma mulher… Acho que ele devia, sim, deixar a escolha nas mãos dela… Mas vou procurar a resposta. Beijos!

  2. Concordo com Eddie.
    Acho que ele deixou que ela escolhesse, pois ela era dona do seu destino, senhora de si mesma. Ele era horrorosa porque os outros a viam assim, mas o olhar benevolente e carinhoso de Garwin a transformaram. Era uma escolha dela.
    Mas vou buscar no google a resposta (kkkkkk).

  3. a deixaria escolher por si mesma. Ao ouvir a resposta ela anunciou que seria uma linda jovem de dia e de noite, porque ele a havia respeitado e permitido ser dona de sua vida.

    Moral da história:
    Não importa se a mulher é bonita ou feia, no fundo, é sempre uma bruxa…
    Ela se transformará de acordo com a forma que você a tratar…

Comentar este texto!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s